Outras Notícias

Veja os Comentários


25/06/2009-08:54:43
Greenish PRO
 

Foto: Rodrigo Mesquita
Texto: Jocildo Andrade

Com um verdadeiro show de surf nas ondas do Pontal de Baía Formosa (RN), o local Alan Jones foi o grande campeão do Greenish Pro 2009, evento válido como quinta etapa do Circuito Nordestino Profissional, encerrado na última quarta-feira (24/6).



Além de quebrar todos os recordes e do seu incontestável estilo, Alan Jones foi embalado pelo favoritismo e pela torcida local para arrancar nada mais nada menos que a melhor média geral do evento (18.17), as cinco melhores ondas da competição (9.50 / 9.17 / 9.00 / 8.67 e 8.50), e de quebra ainda mandar dois aéreos numa mesma onda, o que lhe rendeu a vitória também na Expression Session.



O atleta formosense confirmou o favoritismo e deixou em casa o troféu de campeão da etapa. Mostrando muito conhecimento da onda e principalmente apresentando um surf veloz e fluído, ele dominou a última bateria deixando César Aguiar em segundo, Halley Batista em terceiro e Ítalo Ferreira em quarto, todos precisando de combinação de ondas para vencer.



Por falar em Ítalo Ferreira, ele foi outra sensação do evento. E não foi somente por ser local e conhecer bem o pico. Ítalo mostrou muita confiança para despachar vários favoritos no decorrer da competição. Apesar da pouca idade (15 anos), ele apresenta algumas características dos grandes campeões: leitura de onda diferenciada, confiança no próprio surf e atitude de campeão. Mesmo tendo terminado na quarta colocação, ele tem motivos de sobra para comemorar sua primeira final de um circuito profissional.



Halley Batista, que ficou em terceiro na bateria final, caiu para a mesma posição no ranking e César Aguiar, que terminou em segundo na mesma bateria, continuou com a segunda colocação no ranking da ANS.

Rudá Carvalho (BA) e Thiago de Sousa (CE) mantiveram-se nas mesmas posições do ranking, quarto e quinto lugares respectivamente.



“Gostaria de agradecer a Deus, à minha mulher e aos meus pais. Nossa batalha é muito grande e acho que é por isso que Deus tem nos abençoado tanto. Quero agradecer a toda essa torcida de Baía Formosa que me ajudou a ganhar esse título”, declara Alan Jones, que logo depois da entrega da premiação desfilou em carro aberto sendo aclamado por toda a sua torcida local.



Além da premiação de R$ 6 mil pela primeira colocação, ele ainda levou duas pranchas BF. Uma por ter feito o maior somatório e outra por ter vencido a Expression Session. Aliás, depois daquela bateria da Expression Session, ficou evidente que seria muito difícil impedir a vitória de caso ele continuasse a surfar naquele ritmo.



Ao final da cerimônia de premiação, Petrônio Tavares da Greenish avaliou que todas as decisões tomadas foram as mais acertadas e que o adicional ao orçamento que essas medidas provocaram, que representou cerca de 20% investimento, compensou pelas ondas que rolaram em praticamente todo o evento.



Geraldo Cavalcantti, Presidente da ANS, também reforçou a importância de se ter esperado para fazer o campeonato com boas condições de surf. Ele afirmou que no próximo ano, teremos um verdadeiro festival de surf com direito a coquetel de abertura do evento, show de bandas e novamente janela de espera, só que dessa vez, dentro da programação.



Ele reafirmou a importância do envolvimento do poder público para que se possa desenvolver o esporte e enfatizou a responsabilidade com a qual a Prefeitura de Baía Formosa, na pessoa de Nivaldo Melo, Prefeito da cidade, encarou os desafios para que se colocasse Baía Formosa na vanguarda da história das competições no Brasil.



Mas as novidades não pararam por aí. Em mais uma iniciativa inédita, Armando Praça foi premiado com uma mochila recheada de produtos Greenish, por ter sido o árbitro mais regular do evento.



Assim terminou o Greenish Pro 2009, um evento que ficará marcado na história do surf nordestino e brasileiro como um divisor de águas em que a preocupação com o desempenho do atleta superou todas as outras. Acreditamos que a partir de agora, se pensará mais no atleta e sua opinião não será ignorada como em tempos passados.



Todos estamos na torcida para que tudo que aconteceu nesses cinco dias de competição sirva de exemplo para que outras marcas também adotem uma postura mais voltada para a principal estrela do evento:
o atleta.



Greenish Pro 2009- Resultados
1 Alan Jones (RN)
2 César Aguiar (PE)
3 Halley Batista (PE)
4 Ítalo Ferreira (RN)


Ranking atualizado
1º Alan Jones (RN) 5.960
2º César Aguiar (PE) 5.883
3º Halley Batista (PE) 5.730
4º Rudá Carvalho (BA) 4.630
5º Thiago Souza (CE) 4.413
6º Alan Donato (PE) 4.085
7º Itim Silva (CE) 3.775
8º Luel Felipe (PE) 3.765
9º Bruno Galini (BA) 3.625
10º Michel Roque (CE) 3.526
11º Saulo Carvalho (PB) 3.423
12º Bino Lopes (BA) 3.305
13º Isaías Silva (CE) 3.285
13º Marcelo Nunes (RN) 3.285
15º John Max (RN) 3.170
16º Junior Lagosta (PE) 3.155
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS