Outras Notícias

Veja os Comentários


06/10/2003-17:56:51
WCT
 

Depois de três dias de paralisação, o Quiksilver Pro France recomeçou nesta segunda-feira em boas ondas de 2 metros na praia de La Graviere, em Hossegor.

Os favoritos venceram as primeiras baterias do dia, mas os brasileiros derrubaram quatro cabeças-de-chave na repescagem. Fábio Gouveia, Peterson Rosa, Flávio Padaratz e Victor Ribas, seguiram em frente e sete brasileiros continuam na disputa do título da oitava etapa do WCT 2003 na França.

Já a grande decepção foi a eliminação do campeão do Quiksilver Pro France no ano passado, Neco Padaratz, pelo australiano Trent Munro. Danilo Costa também parou na repescagem, mas Guilherme Herdy já garantiu presença nas oitavas-de-final, pois se classificou na penúltima das quatro baterias da terceira rodada que fecharam a segunda-feira na França.

Depois do tropeço na primeira fase, o atual campeão mundial e líder do WCT 2003, o havaiano Andy Irons, inaugurou o segundo dia de competições em Hossegor ampliando os recordes de maior nota - 9,67 - e pontuação - 18,50 pontos - do campeonato, para derrotar o português Tiago Pires na abertura da repescagem.

Mas, estas duas marcas acabaram sendo superadas na última bateria da segunda-feira pelo australiano Taj Burrow, que tirou notas 9,93 e 9,33 em suas duas melhores ondas para totalizar incríveis 19,26 pontos de 20 possíveis.

Defendendo a terceira colocação no ranking, Burrow despachou seu compatriota Luke Stedman e seguiu para enfrentar ao niteroiense Guilherme Herdy na segunda oitava-de-final.

O brasileiro não encontrou dificuldades para despachar o australiano Richard Lovett, que vinha de uma vitória na etapa passada do WCT em Trestles, Califórnia (EUA), numa final contra o próprio Taj Burrow. O placar foi de 13,27 x 6,76 pontos a favor de Herdy, que vai tentar vingar a derrota sofrida para Burrow também nas oitavas-de-final na África do Sul.

Além de Guilherme Herdy, outros seis brasileiros continuam vivos na competição, mas ainda vão disputar classificação para as oitavas-de-final do Quiksilver Pro France.

O catarinense Flávio Padaratz derrotou por uma pequena diferença - 14,04 x 13,77 pontos - o norte-americano Damien Hobgood na repescagem e está escalado para enfrentar o australiano Michael Lowe na quinta bateria da terceira rodada, que vai inaugurar a terça-feira na França. Ele foi o terceiro brasileiro a competir na segunda-feira em La Graviere.

Na estréia do Brasil nesta praia, já que nos dois primeiros dias as disputas ocorreram em Lês Bourdaines, o paraibano Fábio Gouveia despachou o número 7 do ranking, Dean Morrison, por 16,17 x 13,17 pontos.

Esta é apenas a terceira vez no ano que Fabinho passa pela repescagem e agora vai pegar o sexto colocado no WCT 2003, Kieren Perrow, na penúltima bateria da terceira fase, para tentar sair da incômoda 42a posição no ranking.

Depois de Fabinho, veio a derrota de Danilo Costa para Michael Lowe - 13,84 x 12,90 pontos - e mais duas vitórias brasileiras: de Teco Padaratz sobre Damien Hobgood e do paranaense Peterson Rosa sobre o havaiano Kalani Robb por 12,70 x 10,00 pontos.

Só que assim como ocorreu na etapa anterior, nos Estados Unidos, ele novamente vai se confrontar com um brasileiro na terceira fase. Em Trestles, o tricampeão brasileiro perdeu para Neco Padaratz e na França vai pegar o pernambucano Paulo Moura, que estreou bem com uma convincente vitória na primeira fase.

Enquanto Peterson Rosa saía do mar, começava o confronto do defensor do título do Quiksilver Pro France e o catarinense Neco Padaratz acabou batido pelo australiano Trent Munro, seu principal concorrente na corrida pelo troféu de campeão mundial no outro ranking da ASP, o do World Qualifying Series.

Neco não encontrou boas ondas e foi facilmente eliminado por 15,50 x 10,76 pontos. E quem poderá vingar esta derrota é o seu companheiro na Equipe Onbongo, Victor Ribas. O cabo-friense passou por Pat O'Connell na última bateria da repescagem e vai pegar Trent Munro na décima bateria da terceira fase, que será encerrada com o baiano Armando Daltro enfrentando Shea Lopez (EUA).

Quiksilver Pro France - Terceira fase

1 Mick Fanning (Aus) 16,33 x 7,43 Toby Martin (Aus)
2 Daniel Wills (Aus) 17,17 x 9,63 Shane Powell (Aus)
3 Guilherme Herdy (Bra) 13,27 x 6,76 Richard Lovett (Aus)
4 Taj Burrow (Aus) 19,26 x 11,83 Luke Stedman(Aus)
5 Michael Lowe (Aus) x Flávio Padaratz (Bra)
6 Taylor Knox (EUA) x Cris Davidson (Aus)
7 Nathan Hedge (Aus) x Michael Campbell (Aus)
8 Andy Irons (Haw) x Frederic Robin (Fra)
9 Joel Parkinson (Aus) x Patrick Beven (Fra)
10 Victor Ribas (Bra) x Trent Munro (Aus)
11 Luke Egan (Aus) x Beau Emerton (Aus)
12 Mark Occhilupo (Aus) x Phillip MacDonald (Aus)
13 Kelly Slater (EUA) x Troy Brooks (Aus)
14 Paulo Moura (Bra) x Peterson Rosa (Bra)
15 Kieren Perrow (Aus) x Fábio Gouveia (Bra)
16 Shea Lopez (EUA) x Armando Daltro (Bra)
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS