Outras Notícias

Veja os Comentários


08/08/2009-21:15:14
Nordeste PRO
 

texto: Jocildo Andrade

Primeiro Dia de Competição em Stella Maris.

O primeiro dia de competição rolou com ondas de meio a um metro, mas que proporcionaram excelentes disputas. E mesmo com o vento forte vento durante todo o dia os atletas conseguiram bons escores. Um ótimo público e até um show das baleias na praia completou o primeiro dia do Smolder Pro Nordeste.

A primeira fase da competição contou com a participação de vários atletas locais ainda amadores. Destaque para Aurélio Santana, grande revelação nas competições em 2008. O surfista revelado em Canavieiras já foi campeão estadual open, e em uma bateria cem por cento baiana somou 11.70 para vencer seus conterrâneos Léo Andrade, segundo colocado, Adson Maurício e Diego Rocha terceiro e quarto respectivamente. Na fase 2 da competição Aurélio enfrenta Adilton Mariano, Júnior Lagosta, Frank Cordeiro.

O cearense e atual campeão brasileiro universitário, Gutembergue Silva, achou boas ondas, conseguiu mandar manobras no critério e somar 12.86 para passar em primeiro sua bateria. Guto levou com ele para a segunda fase da competição o potiguar Danilo Costa.

Outro cearense que se deu bem e continua na disputa pelo título da etapa é o bi-campeão mundial pro junior Pablo Paulino. Pablo com seu surf power levou a melhor em cima do baiano ainda amador Demi Brasil, que garantiu a segunda colocação na bateria e vaga para a próxima fase.

Flávio Nakagima, de São Paulo, foi autor da melhor somatória na primeira fase, surfou muito para conseguir 14 pontos dos 20 possíveis e levar a melhor em cima dos baianos Thiago Oliveira e Adam Amorim, segundo e terceiro colocados respectivamente.

O atual vice-líder do ranking, Alan Jones, somando 14 pontos foi o melhor na segunda fase, aonde os tops entram na briga. Alan, sempre muito instigado comenta: “As ondas estão boas e fortes, excelentes para manobrar. Procurei definir logo no inicio da bateria, a onda veio e não deu outra, uma direita aonde eu apliquei logo na primeira manobra um reverse que consegui voltar na base, depois mandei mais dois reveses para e conseguir a melhor nota do dia (8. 17). Gosto muito desta onda e se Deus quiser vou me dar bem e sair daqui com a liderança do circuito”, ressalta Alan.


Halley Batista, atual líder do Tour, venceu sua bateria e garantiu vaga na briga pela liderança. Deixando o também pernambucano Pedro Lima com a segunda colocação. “A bateria não estava com boas ondas, começou fria, só encontrei uma onda boa com onze minutos. Uma direita aonde apliquei logo uma pancada forte e virei para esquerda para mandar mais duas batidas e uma rasgadinha, consegui um 8 nessa onda. Depois ainda fiz mais uma boa esquerda e avancei de fase. Amanhã é força total, vou voar muito que é o que eu mais gosto de fazer, essa vai minha estratégia pra ganhar a etapa e me manter líder do circuito”, diz o Cometa pernambucano.


Dobradinha de cearenses e companheiros de equipe Smolder na terceira bateria da segunda fase. Os gigantes Itim Silva e Dunga Neto se deram bem nas ondas de Stella Maris e avançaram juntos para a terceira fase da disputa. Itim venceu a bateria somando 12.20 contra 10.67 de Dunga.

Já na quarta bateria deu dobradinha baiana. Bruno Galini, que venceu ano passado em Stella, foi o vencedor. Levando com ele Armando Dalto, que durante muito tempo representou nordeste na elite do surf mundial. O baiano encontrou boas ondas e com muita técnica avançou para a terceira fase da competição. “O circuito Nordestino está muito bom, alto nível de surf e uma boa premiação. Muito importante o resgate de atletas que antes tinham que ir para fora e agora estão todos de volta competindo aqui, morando com suas famílias e hoje todos estão de olho aqui no Nordeste, é mesmo uma benção. Para amanhã espero que o vento diminua para ficar mais irado do que já foi hoje.” finaliza Daltro.

César Aguiar, o Molusco, atual terceiro no ranking, se despede da competição mais cedo. Saulo Carvalho foi o vencedor da sexta bateria, deixando o paulista Emerson Piai em segundo e César em terceiro, com este resultado o pernambucano está fora do combate pelo título desta etapa.


Danilo Costa do Rio Grande do Norte venceu a última bateria do dia de hoje. Danilo somou 13.04 contra 12.77 do paraibano Ulisses Meira, que também tem lugar garantido na briga pelo título em Stella Maris.


O Ilheense Rudá Carvalho, que surfa praticamente em casa, enfrenta amanhã Marcelo Nunes, Pablo Paulino e Jorge Darzé. “Moro em Ilhéus, mas aqui em Stella também me sinto em casa. As ondas são bem parecidas, com a mesma força e o mesmo balanço. Para amanhã espero que o vento diminua ou pare total. Tomara que eu encontre as ondas e possa passar as baterias uma de cada vez, para conseguir vencer essa etapa e me manter entre os lideres”, relata Rudá, atual quarto no ranking.

As disputas amanhã começam cedo, às 7 da manhã. Logo na primeira bateria caem no mar em busca de classificação os cearenses Messias Félix que vem embalado por vitórias e promete dar muito trabalho, Márcio Farney, vice-campeão na última etapa da disputa entre a elite do surf nacional, Gutembergue Silva que seu deu muito bem hoje, e o baiano Bruno Mateus que conta com a torcida local.

O Smolder Pro Nordeste conta com a participação de aproximadamente oitenta atletas e promete muito mais show de surf para amanhã. Assistam ao vivo através do site www.smolder.com.br.

A sétima etapa do Circuito Nordestino de Surf Profissional tem o Patrocínio da Smolder, a Marca mais Surf do Brasil. É apresentada pela Vivo e Nokia e conta com o apoio da Secretaria de Esportes do Estado da Bahia.



Por: Jocildo Andrade / ANS – jocildo@anssurf.com.br - 85.8792.81.29

 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS