Outras Notícias

Veja os Comentários


14/08/2009-17:45:48
Nordeste PRO #8
 

Texto: Jocildo Andrade


Messias Félix vence o Pena Surf Pro Nordeste em Batuba


Quartas de final

Uma verdadeira final aconteceu na primeira disputa das quartas. Melhor para o Cearense Michel Roque, vencedor da etapa em 2008, que somou 5.67 e 8,23. Na briga pela segunda vaga para as semifinais os gigantes Adilton Mariano (CE) e Alan Donato (PE) duelaram. Para continuar na briga Alan, que fez a melhor nota do evento (9.17) nas oitavas, somou 11.53 contra 10.46 de Adilton. “Quero estar na final e melhorar minha colocação do ranking, esse ano eu quero minha vaga no SuperSurf”, disse o pernambucano que atualmente ocupa a 7° posição no ranking do Tour Nordestino. O baiano Marco Fernandez, que surfou muito no primeiro dia das disputas, não encontrou boas ondas e ficou em quarto.

Messias Félix (CE), representante da empresa patrocinadora da etapa, ignorou seus adversários na segunda bateria das quartas. Faro Fino (1°) abriu a disputa com uma onda que lhe rendeu 7,50 e logo na seqüência já fez 8.33, Desrespeitando as leis da gravidade Messias ainda trocou nota na sua sétima onda onde aplicou um aéreo muito alto. Com a primeira colocação definida a briga pela segunda vaga mais uma vez foi acirradíssima. Alan Jones, atual líder do ANS Pro Tour, somou 13,17 para eliminar o pernambucano César Águiar, que mesmo com este resultado continua em terceiro no ranking, e o paulista Emerson Piai.

Franklin Serpa e Bruno Galini mandaram muito bem para eliminar o conterrâneo Aurélio Santana e o pernambucano Luel Felipe. Serpa, mostrando muita instiga somou 7.50 em sua segunda onda e 8.50 em sua sexta para garantir vitória sobre o não menos instigado Galini, que vinha liderando, e em suas duas melhores somou 6.67 e 8.33. A classificação dos baianos fez a festa da grande torcida presente em Batuba.

A torcida local mais uma vez fez a festa com vitória do Rudá Carvalho na última bateria das quartas. Rudá assumiu liderança da briga já nos minutos finais aonde permaneceu para garantir vaga na semi. O bicampeão nordestino Edvan Silva conseguiu a classificação na última onda surfada onde eliminou o cearense Dunga Neto, que vinha em segundo, por uma diferença bem pequena, 12.97 contra 12.83.

Semifinais

Alan Jones, que das sete etapas que disputou no NE Pro subiu ao pódio quatro vezes, perdeu a chance de levantar o troféu de campeão em Batuba na primeira semifinal. Michel Roque, defensor do título, ficou em primeiro quase toda a bateria somando 7.17 e 5.97 em suas melhores, trazendo com ele o valente pernambucano Alan Donato, até que Messias “Air” Felix (13.54) mandou mais um daqueles aéreos inacreditáveis sumindo na espuma, e foi direto para primeiro, deixando seu conterrâneo e amigo Michel com a segunda colocação. Donato, que mostrou muito surf, ficou com a terceira colocação na bateria e quinta no evento e Alan Jones com a quarta na disputa e sétima no evento.

Três baianos e um cearense disputaram as duas últimas vagas para a grande final do Pena Surf Pro Nordeste. E mais uma vez, festa baiana. Bruno Galini somou 16.30 dos 20 pontos possíveis para fazer dobradinha baiana com o local Rudá Carvalho (15.16). Edvan Silva, que precisava de uma combinação de ondas para assumir a liderança da briga, pegou uma onda aonde conseguiu executar manobras no critério, arrancar 8.87 dos juízes e diminuir a diferença que o separava de Galini, depois disso, já nos minutos finais, o bicampeão nordestino ainda pegou uma boa onda, mas que não lhe proporcionou o 6.29 de que precisava. Edvan foi o terceiro na briga e quinto no evento. Já Franklin Serpa que fez uma belíssima atuação em casa, não foi feliz na escolha das ondas e terminou com a sétima colocação na etapa.

Pena Air Show

Com Raimundo Bernardo, o grande Pena, no comando da locução do verdadeiro Festival de Surf que é o Pena Pro NE, Daniel Oliveira (BA), Júnior Lagosta (PE), vencedor do último Pena Air Show em Várzea do Una, Léo Andrade (BA), Flávio Galini (BA), Messias Félix (CE), Edvan Silva (CE) e Franklin Serpa (BA) disputaram a premiação (kit pena e inscrição para a próxima etapa) oferecidas ao atleta que mandar o aéreo mais alto. A disputa começou com poucos aéreos, mas com muito barulho por parte da torcida local que acompanhava os quatro baianos na bateria. Léo Andrade começou liderando, passando a vez para o dono da casa Franklin Serpa que mandou um aéreo reverse muito bem finalizado que lhe garantiu a vitória.


Final

O número um da Elite do Surf Nacional, Messias Félix, comandou a dobradinha cearense na final da oitava etapa do Circuito Nordestino de Surf Profissional na Praia de Batuba em Olivença. Messias que aos dez minutos de bateria fez 8.17 e 7.77 faltando quatro minutos para o término, surfou com muita expressão para se destacar entre as feras Michel Roque, que vinha em busca do bicampeonato da etapa, Bruno Galini e Rudá Carvalho que surfavam em casa.

A bateria começou com escores baixos e os atletas concentrados em busca das melhores ondas, pois sabiam que se daria bem quem fizesse a melhor a escolha. Michel Roque adrenalizado para sagrar-se bicampeão foi o primeiro a pegar uma boa onda (6.67). Mas logo na seqüência Galini e Messias também avançaram na briga. Enquanto o gigante Rudá Carvalho, que precisava de uma combinação de ondas, fez 5,70 e passou a precisar de 9.50. Nesta disputa igualada por nível de nível de surf, Messias Félix que venceu as duas ultimas etapas do seu patrocinador levou a melhor, registrando 15.94 e ainda a melhor média da etapa (17.33) na quarta fase da competição. Deixando seu conterrâneo e grande amigo Michel Roque com a segunda colocação, Bruno Galini com a terceira e Rudá Carvalho com a quarta.

O vice-campeão da etapa, Michel Roque, somou 1290 pontos e agora é o sexto no ANS Pro Tour, Roque também fatura R$ 3 mil e soma 430 pontos no ranking do Brasil Tour.
“Só tenho que agradecer a Deus por ter participado de duas finais. Estou feliz com meus resultados, principalmente aqui na Bahia que é o lugar onde obtive os melhores resultados da minha careira. Obrigado também aos meus patrocinadores e ao Professor Melk Ferreira”, declara Michel.

Com o título desta etapa Messias Félix assume a sétima colocação no ranking e engorda sua conta bancária em R$ 6 mil.

“Estou vivo na briga pelo título, eu não estava com uma boa colocação no ranking, mas com essas duas vitórias subi para sétimo e estou aí na disputa. Na semifinal eu estava meio abalado com o sumiço da minha prancha, foi com ela que eu venci no SuperSurf, mas no final da bateria eu consegui virar e fui para a final concentrado em busca do título, Graças a Deus deu certo. Quero parabenizar a Pena pelo sucesso do evento, pelo investimento e por acreditar em mim. Obrigado também ao meu técnico Gabriel Macedo, meu preparador físico Melk Ferreira e as Pranchas TBC”, finaliza o carismático Messias Félix que ao sair do mar foi carregado com muita festa e recebido na praia pelos patrocinadores Pena e Brígida.


A oitava etapa do Circuito Nordestino de Surf Profissional conta com o patrocínio da empresa cearense Pena e com o apoio da Secretaria de Esportes do Estado da Bahia, da Barraca Batuba Beach e da Federação Baiana de Surf.

Resultados da Etapa
1° Messias Félix CE - 15,94
2° Michel Roque CE - 14,77
3° Bruno Galini BA - 12,34
4° Rudá Carvalho BA - 10,33

Ranking após a 8° etapa do Tour Nordestino
1º Alan Jones RN – 8720pts
2º Halley Batista PE – 7950pts
3º César Aguiar PE – 7788pts
4º Rudá Carvalho BA - 7740pts
5º Thiago de Souza CE - 6903pts
6º Michel Roque CE - 6781pts
7º Messias Félix CE - 6680pts
8º Alan Donato PE - 6418pts
9º Bruno Galini BA - 6235pts
10º Bino Lopes BA - 6170pts



Por: Jocildo Andrade / ANS – 8792-8129
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS