Outras Notícias

Veja os Comentários


31/08/2009-12:13:21
LongBoard
 

Começa quinta-feira em Salvador a primeira das duas provas inéditas no Brasil

Os pranchões invadem o Nordeste do Brasil nestas duas semanas com as etapas inéditas do ASP Longboard Qualifying Series na América do Sul. Nesta quinta-feira, os amadores começam a se apresentar no Pena Bahia International Longboard Classic, com os profissionais devendo estrear a partir de sexta-feira na Praia de Jaguaribe, em Salvador, na capital baiana. E na semana que vem, todos partem para o Pena Pernambuco International Longboard Classic na Baía de Maracaípe, dias 24 a 27 em Ipojuca, no litoral sul do estado. As inscrições para a categoria profissional já estão praticamente esgotadas e todas as estrelas do longboard brasileiro confirmaram presença.

Fazem parte da lista o campeão e vice-campeão mundial de 2007, o carioca Phil Rajzman e o paulista Danilo Rodrigo, respectivamente, o eneacampeão brasileiro Picuruta Salazar, o número 1 dos últimos anos no Brasil, Jeremias da Silva (2008), Roger Barros (2007) e Carlos Bahia (2006) e grandes valores da nova geração, como o filho de Picuruta, Alex Salazar, entre outros. Certamente, o público nordestino terá a chance de ver ao vivo os melhores praticantes de longboard do país no Pena International Longboard Classic da Bahia e também no de Pernambuco.

É a primeira vez que o Brasil e a América do Sul sediam etapas do ASP Longboard Qualifying Series (LQS). Assim como no surfe, elas são classificatórias para a elite que disputa o título mundial dos pranchões no mesmo formato de competição do ASP World Championship Tour. Na lista dos 32 que integram o grupo deste ano, seis brasileiros disputaram no Japão a primeira das duas provas que vão definir o campeão da temporada. O australiano Harley Ingleby passou por Phil Rajzman nas semifinais e largou na frente, mas o carioca segue confiante para tentar seu segundo título mundial na grande final marcada para os dias 26 a 31 de outubro nas Ilhas Maldivas.

Outro carioca, Eduardo Bagé, ficou em quinto lugar nas quartas-de-final e os paulistas Amaro Matos e Carlos Bahia dividiram a nona posição nas oitavas-de-final. O santista Picuruta Salazar e o saquaremense Jeremias da Silva foram os únicos a perderem na estréia no Japão, terminando empatados na 17.a e última posição no primeiro ranking do ASP World Longboard Tour 2009.

Todos estão confirmados no Pena Bahia International Longboard Classic. Para realizar um verdadeiro encontro de todas as gerações do Brasil nos pranchões, a Associação Nordestina de Surf (ANS), organizadora destas duas etapas, incluiu o feminino valendo pontos no circuito da Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP) e também várias categorias amadoras divididas por idade, homologadas para o circuito da Confederação Brasileira de Surf (CBS). Mas, a principal atração são mesmo os profissionais que entrarão na competição a partir da sexta-feira em Salvador.

O Pena Bahia International Longboard Classic oferece premiação de 20.000 dólares para a categoria profissional, com patrocínio da marca Pena e do Governo do Estado da Bahia, através da Bahiatursa da Secretaria do Turismo; co-patrocínio do SESC Bahia, Skol, Faz Atleta, Power Balance, Shark Epoxi e Rede Outlight; apoio da Prefeitura Municipal de Salvador, com divulgação do Sportv, ESPN, Canal Woohoo, Transamérica FM e sites Waves, Cearasurf e Surf Bahia. O evento é uma realização da Associação Nordestina de Surf, ASP South America, Confederação Brasileira de Surf e Federação Baiana de Surf e será transmitido ao vivo pelo www.pena.com.br/aovivo/


João Carvalho – Assessoria de Imprensa da ASP South America

(48) 9988-2986 – joaocarvalho@matrix.com.br
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS