Outras Notícias

Veja os Comentários


10/10/2003-00:16:14
WCT
 

O paranaense Peterson Rosa e o niteroiense Guilherme Herdy são os únicos brasileiros classificados para as oitavas-de-final do Quiksilver Pro France.

Nesta quinta, em ondas difícies, variando entre 1,3 e 2 metros em La Graviere, Hossegor, foram finalizadas as disputas da terceira fase da competição.

Herdy foi o primeiro brazuca a cair na água, na terceira bateria do dia, contra Richard Lovett, e não encontrou dificuldades para vencer o australiano por um largo placar de 13.27 contra 6.76 pontos.

Já Peterson derrotou o pernambucano Paulo Moura na única bateria 100% brasileira, desta vez por um placar apertado - 15.37 X 15.1 pontos.

"Moura é um dos talentos da nova geração do surf brasileiro. Tive que ter muita paciência para esperar pelas melhores ondas e conseguir derrotá-lo", disse Rosa, que afirmou ainda estar mais confiante para pegar Kelly Slater nas oitavas.

Um dos destaques do dia foi o franco-brasileiro Patrick Beven, que eliminou o australiano e um dos favoritos ao título Joel Parkinson. O aussie começou a bateria com uma onda nota 8.17, mas o francês não deixou barato e tirou uma nota 8.0 e depois 9.33 com dois ótimos tubos.

Kelly Slater também mandou muito bem, tirando um tubo nota 10 e marcando 19.30 pontos - maior média do dia. Slater eliminou o convidado australiano Troy Brooks, que somou 11.17 pontos.

Porém, o Brasil teve quatro baixas nesta fase, além da derrota de Moura para Rosa. O catarinense Teco Padaratz perdeu para o aussie Mike Lowe na quinta bateria, e o carioca Victor Ribas foi eliminado pelo também aussie Trent Munro na 10a disputa.

Na 15a bateria, Fábio Gouveia não conseguiu superar o aussie Kieren Perrow, que venceu por uma pequena diferença de pontos - 12.83 x 11.93. Na última bateria do dia foi a vez do baiano Armando Daltro dar adeus à competição ao sair derrotado pelo floridiano Shea Lopez.

Para conferir resultados, vídeos e notas on-line acesse os sites Aspworldtour.com ou Quiksilver.com/profrance .
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS