Outras Notícias

Veja os Comentários


09/08/2003-18:23:51
Jornal
 

Fonte Tribuna do Norte

O Circuito Ecológica/Mormaii de Surf 2003 tem tudo para entrar para a história do esporte no Rio Grande do Norte no próximo fim de semana, dias 16 e 17 de agosto. Após a primeira etapa, realizada na Praia de Ponta Negra, que teve grande participação do público, a segunda etapa, de Tabatinga, traz mais uma novidade para tornar as competições ainda mais atraentes. Desta vez será o uso de computadores para fazer o somatório das notas dos atletas - um novo sistema de notas online.
O programa que será utilizado, o Surfbyte, foi totalmente desenvolvido em terras potiguares, pelos programadores e surfistas Felipe Barreto e Jerônimo Vilar. "Os juízes usarão microteclados, ligados ao monitor que será usado pelo locutor para divulgar as notas", explicou Felipe Barreto.

O Circuito Ecológica/Mormaii de Surf 2003 é uma organização da Associação Norte-rio-grandense de Surf (ANS), tem o patrocínio da Mormaii e da Ecológica, e conta com o apoio da Rede Tropical, Pranchas Secret, Kenner, Parfumerie, deputado estadual Cláudio Porpino, vereador Hermano Morais, Governo do Estado/Codesp e Prefeitura Municipal de Nísia Floresta.

Com o Surfbyte (www.surfbyte.com.br), a média de cada competidor é divulgada automaticamente, informando também quanto cada surfista precisa para assumir a liderança na bateria. Completando todo o equipamento, haverá um outro computador monitorando o funcionamento do sistema.

Para evitar contratempos e para familiarizar os juízes com o equipamento, estão sendo realizados testes com toda a equipe que julgará os atletas em Tabatinga e nas próximas etapas: na Praia dos artistas, entre 11 e 12 de outubro; e em Pipa, em 20 e 21 de dezembro.

O ex-surfista profissional Felipe Barreto adiantou que o sistema suporta a divulgação das notas em tempo real, via Internet. É mais um grande passo para o crescimento do surf no Estado. "A gente quer facilitar a vida do juiz e do atleta. Estou voltando ao ramo do surf, mas de outra forma, contribuindo para o desenvolvimento do esporte no Estado", complementou Barreto.

A novidade foi muito bem aceita por atletas e juízes do Circuito Ecológica/Mormaii de surf. Na briga pelos R$ 4 mil da categoria Pro/Am para esta etapa e ainda pela passagem para Fernando de Noronha no final do ano, o surfista de Ponta Negra Daniel Silva aplaudiu mais essa iniciativa. "Isso eleva o campeonato a um nível bem maior. Não é bom disputar uma bateria sem saber como estão as suas notas, com essa tecnologia a gente fica sabendo quanto precisa para vencer a bateria e até mudar a estratégia de competição", elogiou Silva.

"Assim será muito melhor para juízes e atletas, pois a possibilidade de erro é bem menor, o resultado sai bem mais rápido e ajuda o atleta na estratégia da bateria", disse o juiz André França. "O próprio campeonato fica com o nome mais fortalecido", completou Daniel Silva.

As inscrições para a 2ª etapa do Circuito Ecológica/Mormaii de Surf podem ser feitas na Ecológica, nas lojas do Natal Shopping, Centro, Hiper Bompreço (Lagoa Nova), Santa Fé Mall (Orla de Ponta Negra), Cidade Jardim e Praia Shopping. A premiação para a categoria Pro/Am será de R$ 4 mil em dinheiro. Já para os amadores, o primeiro colocado de cada categoria levará uma prancha Secret, além da distribuição de troféus e kits da Mormaii para os quatro primeiros colocados.


 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS