Outras Notícias

Veja os Comentários


30/07/2010-18:15:15
Mahalo Pro Challenge
 

Galini é campeão em Maraca

O baiano Bruno Galini faturou neste domingo ensolarado o título de campeão da terceira etapa do Circuito Nordestino de Surf Profissional, o Mahalo Pro Challenge apresentado pela Wave Beach, na paradisíaca Baía de Maracaípe, Pernambuco.

O Mahalo Pro Challenge foi mais uma etapa de sucesso do Tour Nordestino, contou com a participação de 73 atletas de alto nível do Nordeste e outras regiões do Brasil proporcionando durante os três dias de competição show de surf nas ondas de Maraca que pôde ser visto e aplaudido pelo público presente.

A Mahalo empresa baiana pela primeira vez investindo no Nordestino Profissional tem como foco o espírito de respeito e agradecimento que é o significado do nome, também apóia entidades sem fins lucrativos e escolinhas de surf, e aposta em uma equipe forte de competição que representa a marca nos principais circuitos.

Sandro da Mahalo ressaltou a satisfação da Empresa em fazer parte desta grande festa que é o Circuito NE PRO. Para eles foi uma belíssima etapa, o público compareceu, a mídia fez uma excelente cobertura e para fechar com chave-de-ouro um atleta baiano venceu e representou o estado.

“Quero agradecer a toda equipe técnica, atletas, Geraldinho que nos deu todo o suporte para a realização deste evento. Com o sucesso desta etapa é certo a permanência da empresa neste que é o maior circuito de surf do mundo. Esperem o Mahalo Pro Challenge 2011”, declarou Sandro Sanper Diretor de Marketing da Mahalo.

“Também fazemos um trabalho social bacana há 12 anos patrocinando o surf escola e outras três escolinhas. A fábrica da Mahalo funciona na periferia de Salvador, proporcionando mais de 500 empregos diretos com doação de sobras de retalho e peças com leves defeitos para entidades sem fins lucrativos. A nossa ideologia é devolver ao surf o que vem do surf”, comentou Sandro Sanper.

A ANS Pro tour encerra com a terceira etapa do Circuito Nordestino as competições do calendário de julho em Pernambuco que no mês de agosto volta a ser a capital do surf sendo palco para o Mundial de Longboard.

“Estamos na capital mundial do surf, tivemos o Brasil Surf Pro na semana repassada, na anterior o Seletiva Petrobras, agora o Mahalo, estamos embarcando para Baía Formosa, em seguida Bahia e voltamos para Maracaípe com o mundial de Longboard. Pernambuco e Santa Catarina são os dois estados que mais fazem evento no Brasil. Um evento completo com apoio do Governo do Estado, Secretaria de Turismo e várias secretarias envolvidas com o Surf Tour”.

“Queria agradecer a Prefeitura Municipal de Ipojuca, ao Tony, pois é o primeiro evento da Mahalo, os comerciantes, as pessoas que sempre colaboram com a ANS, a rede Hoteleira de Porto de Galinhas e todos que ajudaram a fazer estes eventos. Parabéns e obrigado”, concluiu Geraldo Cavalcante Presidente da ANS.

O último dia do Mahalo Pro Challenge foi dado início com as baterias das quartas-de-final. Bino Lopes líder do Tour e o pernambucano Alexandre Ferraz foram derrotados pelo carioca Igor Moraes e o local de Baía Formosa onde vai rolar a próxima etapa do Tour Ítalo Ferreira. Para a tristeza da torcida local também ficou de fora da briga o vice-líder César Aguiar Molusco, integrante do quinteto fantástico de Maraca. Molusco não foi páreo para os cearenses Thiago de Souza, que sofreu interferência de Ulisses Meira logo no começo da bateria, e Charlie Brown.
Bino Lopes atleta que representa o patrocinador do evento a Mahalo continua firme na liderança com 4220 pontos e Molusco está logo atrás do baiano com 3640 pontos.
As semifinais do Mahalo Pro Challenge rolaram na maré secando em ondas de até 1,0m na série e formação irregular devido ao forte vento.

A primeira semifinal foi eletrizante em um embate super disputado pelos potiguares Marcelo Nunes e Ítalo Ferreira, o baiano Bruno Galini e o carioca Igor Moraes.

Nunes que começou bem o dia fazendo a maior somatória das quartas-de-final (13,50) mandando para casa John Max e Michel Roque não conseguiu repetir o feito. O natalense tentou com muita raça até a última onda, mas em uma bateria de muitas viradas Galini e Igor levaram a melhor e garantiram as primeiras vagas no pódio. O baiano passou em primeiro após sair da quarta colocação com uma onda que lhe rendeu um 6,77, Igor não foi diferente pulou de último para segundo depois de achar a sua salvadora arrancando dos juízes um 6,20. O experiente Marcelo registrou 10,73 ficando com a terceira colocação dando adeus a competição e o formosense Ítalo que deu muito trabalho aos competidores durante todo o evento amargou o quarto lugar com 10,43. Os potiguares ficaram em quinto e sétimo na etapa, respectivamente.

Na segunda semifinal deu dobradinha cearense. Thiago de Souza e Isaías Silva representaram muito bem o Ceará no confronto contra Charlie Brown conterrâneo da dupla e o paraibano Alan Saulo. Souza não começou bem na bateria até que obteve um 6,0 saindo de quarto para primeiro e nos minutos finais encontrou a boa onde soube aproveitá-la com manobras fortes descolando um 6,87 e lycra na grande final. Isaías passou em segundo depois de arriscar tudo em um Kerr Up Flip, manobra bastante moderna travando um 6,50 e avançando para a final junto com Thiago. Os cearenses eliminaram Alan Saulo (3°) e Charlie Brown (4°) que não deram sorte na escolha das ondas e finalizaram a etapa em quinto e sétimo nessa ordem.

Final
O ilheense Bruno Galini fez excelentes apresentações durante toda a competição ficando em segundo apenas nas quartas, ele ditou o ritmo da final abrindo a bateria com uma nota 7,50. Muito a vontade nas ondas de Maracaípe Galini ganhou nota 6,67 na sua terceira onda para totalizar 14,17 maior média da etapa. O baiano que saiu carregado domar por seus companheiros levou para casa o título de campeão, 6 mil reais de premiação e 2000 mil preciosos pontos no ranking regional subindo sua classificação de 14° para 3°.

“Desde a semi quando aumentou o tempo para 25 minutos optei por surfar lá fora, sabia que era arriscado pra caramba, mas estava bastante confiante, pois tinha pegue boas ondas. Graças a Deus deu tudo certo, consegui abrir a bateria com uma nota 7,5 e deu para administrar a disputa até o final. Agora é focar na busca pela liderança, sei que não é fácil o Bino está surfando muito e ficando cada vez mais distante, mas temos muitas etapas pela frente então é correr atrás. Se a vitória é hoje o objetivo amanhã é BF, vou começar a pensar naquela direitinha e concentrar para ganhar...”, afirmou muito amarradão o campeão Bruno Galini.

Thiago de Souza venceu todas as baterias que disputou, mas na decisão não conseguiu bater Bruno Galini ficando com o vice-campeonato. O cearense que foi campeão Nordestino em 2006 somou 5,37 na sua melhor onda fazendo um somatório final 10,70.

O carioca Igor Moraes que mandou para casa grandes nomes do surf nordestino, inclusive o líder veio de longe para subir ao pódio na terceira colocação. Isaías Silva também representante do Ceará na final não se deu bem como na semi aonde ele arriscou tudo com manobras progressivas ficando com a quarta colocação.

A quarta etapa do ANS Pro Tour desembarca nos dias 06, 07 e 08 de agosto nas famosas direitas de Baía Formosa, RN.
O Mahalo Pro Challenge apresentado pela Wave Beach contou com os patrocínios da Mahalo, Dalila Têxtil, Prefeitura de Ipojuca, Secretaria dos Esportes, Empetur. Apoio Torque Construções, Salt Dreams Surf Shop, Haleiwa, Rota Esporte, Green Zone, Panic Point, Secret Point, Cobramar, Viamar Surf, Dora Bela, Pipeline, FM moda surf, Pousada dos Coqueiros e Serrambi Resort. O evento tem a realização da ANS, ABRASP e Federação Pernambucana de Surf.

Esta etapa teve a divulgação dos sites surfbahia, surfguru, ondulação e cearasurf e foi transmitida pelo link http://www.surfbyte.com.br/eventos/2010/NEPRO1003/


Resultados da terceira etapa:
Campeões
1° Bruno Galini BA 14,17
2° Thiago de Souza CE 10,70
3° Igor Moraes RJ 9,23
4° Isaías Silva CE 6,33
Semifinalistas
5° Marcelo Nunes RN
5° Alan Saulo PB
7° Ítalo Ferreira RN
7° Charlie Brown CE
Ranking ANS Pro Tour após 3 etapas:
1º Bino Lopes BA 4220 pontos
2º César Aguiar PE 3640 pontos
3º Bruno Galini BA 3540 pontos
4º Thiago de Souza CE 3200 pontos










Por: Jocildo Andrade - ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO ANS - jocildoans@gmail.com - 85.8792-8129 / 85.9953-1008
Crédito Fotos: Ronaldo Santos
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS