Outras Notícias

Veja os Comentários


23/08/2010-09:28:46
Pena Pernambuco Long
 

Halley Batista é o campeão

O Pena Pernambuco International Longboard Classic terminou com festa da torcida local da Baía de Maracaípe, pela surpreendente vitória de Halley Batista em casa em Ipojuca, no litoral sul de Pernambuco. No domingo de chuva e boas ondas de 3-4 pés de altura, ele primeiro despachou o campeão brasileiro Carlos Bahia, depois carimbou a faixa do recém-coroado campeão sul-americano de 2010, Rodrigo Sphaier, com o vice-campeão, Jefson Silva, sendo a última vítima na bateria que decidiu o título da etapa final do ASP South America Longboard Series 2010 em Pernambuco.

“É mais um presente de Deus na minha vida”, foram as primeiras palavras de Halley Batista, quando chegou ao pódio após ser carregado pela torcida e pela família. “Primeiro quero agradecer a torcida de todos aqui em Maraca, que me empurrou para a vitória em todas as baterias e estou muito feliz. Não esperava vencer o campeonato, ainda mais com todas essas feras que são especialistas no pranchão. Acho que era o meu dia, as coisas aconteceram pra mim, obrigado Senhor!”.

Halley Batista já era conhecido como o “Rei de Maracaípe”, mas por vitórias em pranchinhas, sua especialidade, inclusive é um dos atletas da divisão de elite do surfe brasileiro. Sua família tem escolinha de surfe em Maracaípe e ele sempre pegou ondas de pranchão também, mas nunca havia feito final no longboard, ainda mais num evento mundial como o Pena Pernambuco International.

“Foi um dia especial pra mim, as ondas vieram nas baterias e fui mostrando o que sei fazer, mas a final foi incrível. Eu sabia que o Jeje (Jefson Silva), a qualquer momento poderia pegar uma onda e virar o resultado, ele surfa muito, mas Maracaípe estava do meu lado e ele não achou ondas boas pra isso. Eu consegui manter a calma e jogar com a prioridade pra anular o potencial dele. Eu nem sei expressar o sentimento por ter vencido, o título ficou em casa, uuuhhhuuuu.”, esbravejou.

Pareceu mesmo que Netuno e todos os santos estavam torcendo para Halley Batista. Jefson Silva tinha acabado de receber a maior nota do Pena Pernambuco International Longboard 2010, 9,5 contra o paulista Jaime Viúdes na semifinal. Era o recordista absoluto do campeonato, dono das melhores apresentações em Ipojuca, mas justamente na final as ondas sumiram para ele. O rei dos hang tens e hang fives acabou superado pelas batidas, cutbacks, rasgadas, de Halley Batista, que também fez bem as manobras mais clássicas do longboard para derrotar seus adversários.

“Eu não me achei na bateria”, lamentou Jefson Silva. “O Halley, por ser local daqui, conhece o pico como ninguém e pegou as melhores ondas que entraram na final. Mas estou feliz também por ele, que é um guerreiro como todos nós, está aí mostrando que pega bem também no longboard e mereceu o título. Claro que eu queria a vitória, mas saio feliz também porque meu grande objetivo eu já tinha garantido ontem (sábado), que era a classificação para o Circuito Mundial de Longboard”.

Ele e o campeão sul-americano Rodrigo Sphaier vão representar o Brasil no ASP WLT (World Longboard Tour) de 2011. O surfista de Saquarema também não achou as ondas na semifinal contra Halley Batista. Sphaier até tirou a maior nota da bateria (8,17), mas nas duas computadas o local de Maracaípe levou a melhor com o 7,17 e 7,67 que somou no placar de 14,84 x 12,84 pontos.

“Foi boa a bateria, ele achou mais ondas boas do que eu, só peguei uma mesmo, mas tudo bem. Foi bom o resultado pra mim, estou feliz porque nas três etapas subi no pódio, ganhei no Peru e fiquei em terceiro na Bahia e aqui, foi bom”, disse Rodrigo Sphaier, que dividiu a terceira colocação no pódio com o paulista Jaime Viúdes, derrotado pela nota 9,5 de Jefson Silva na outra semifinal.

SEIS FINAIS – Além de Halley Batista, outro local de Maracaípe festejou vitória no domingo do Pena Pernambuco International Longboard Classic. Foi Reginaldo Nascimento na Amador Adulto, uma das cinco categorias realizadas junto com a etapa final do sul-americano profissional em Ipojuca. Os outros campeões foram a paranaense Fernanda Daichtm na final da Feminina Profissional contra a bicampeã brasileira Mainá Thompson, o capixaba Felipe Lacerda ganhou a Amador Junior, Marcelo Bibita, do Ceará, venceu a Amador Legend e o carioca Fontenelle Roberto levou a Amador Master.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE LONGBOARD – A Associação Brasileira de Longboard (ABRALB) foi fundada semana passada na Bahia e a primeira eleição aconteceu durante o Pena Pernambuco International Longboard Classic. Os próprios atletas participaram da votação com chapa única de consenso, sendo eleitos Geraldo Cavalcanti como presidente e Picuruta Salazar de vice-presidente.

O Pena Pernambuco International Longboard Classic foi patrocinado pela marca Pena, pelo Governo do Estado de Pernambuco, através da EMPETUR da Secretaria de Esporte e Turismo, Prefeitura Municipal de Ipojuca, através da Secretaria de Turismo, e Power Balance. Apoio: Rádio Transamérica, Blocos Teccel, Pousada Maraca Beach, Pousada Maracaipe, Pousada dos Coqueiros e Bar do Marcão, com cobertura oficial do Canal Woohoo, da ESPN Brasil e dos sites Waves, Surf Guru, Ceará Surf, Surf Bahia, Ondulação e Blog PE.

FINAL DO PENA PERNAMBUCO INTERNATIONAL LONGBOARD CLASSIC:
Campeão: Halley Batista (BRA-PE) com 14,60 pontos – US$ 3.000 e 1.000 pontos
Vice-campeão: Jefson Silva (BRA-SP) com 10,60 pontos – US$ 2.000 e 860 pontos

SEMIFINAIS – 3.o lugar – US$ 1.000 e 730 pontos:
1.a: Jefson Silva (BRA-SP) 15.70 x 11.34 Jaime Viúdes (BRA-SP)
2.a: Halley Batista (BRA-PE) 14.84 x 12.84 Rodrigo Sphaier (BRA-RJ)

QUARTAS-DE-FINAL – 5.o lugar – US$ 700 e 610 pontos:
1.a: Jefson Silva (BRA) 16.00 x 9.84 Phil Rajzman (BRA)
2.a: Jaime Viudes (BRA) 11.27 x 8.80 Jeremias da Silva (BRA)
3.a: Halley Batista (BRA) 13.76 x 8.10 Carlos Bahia (BRA)
4.a: Rodrigo Sphaier (BRA) 14.50 x 12.66 Roger Barros (BRA)

RANKING FINAL DO SUL-AMERICANO DA ASP SOUTH AMERICA – 3 etapas:
01: Rodrigo Sphaier (BRA) – 5.055 pontos
02: Jefson Silva (BRA) – 4.610
03: Roger Barros (BRA) – 3.660
04: Leco Salazar (BRA) – 3.575
05: Jaime Viúdes (BRA) – 3.505
06: Matheus S. Cunha (BRA) – 3.350
07: Picuruta Salazar (BRA) – 3.325
08: Carlos Bahia (BRA) – 3.135
09: André Luiz Deca (BRA) – 3.025
10: Rodrigo de Souza (BRA) – 2.970
25: Halley Batista (BRA) – 2.000

FINAL FEMININA PROFISSIONAL:
Campeã: Fernanda Daichtm (PR) – 10,33 pontos
Vice-campeã: Mainá Thompson (RJ) – 3,07

FINAL AMADOR JUNIOR:
Campeão: Felipe Lacerda (ES) – 11,43 pontos
Vice-campeão: Gabriel Vitorino (SC) – 9,50
3.o colocado: Gabriel Farias (PE) – 6,83
4.o colocado: Igor Capitol (BA) – 4,63

FINAL AMADOR ADULTO:
Campeão: Reginaldo Nascimento (PE) – 12,83 pontos
Vice-campeão: Robson Fraga (SE) – 8,13
3.o colocado: Geraldo Lemos (RJ) – 2,36
4.o colocado: Jonas Lima (SP) – 0,00

FINAL AMADOR MASTER:
Campeão: Fontenelle Roberto (RJ) – 10,97 pontos
Vice-campeão: Leo Macedo (RN) – 10,33
3.o colocado: Paulo Giachetti (SP) – 7,60
4.o colocado: Nascimento (PE) – 3,07

FINAL AMADOR LEGEND:
Campeão: Marcelo Bibita (CE) – 10,50 pontos
Vice-campeão: Alan Gambra (RJ) – 8,90
3.o colocado: Ray Farias (PE) – 4,73
4.o colocado: Linho Neto (PB) – 4,34
5.o colocado: Carlos Pereira (SP) – 3,34

Por:João Carvalho – Assessoria de Imprensa da ASP South America
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS