Outras Notícias

Veja os Comentários


27/10/2010-09:32:06
ISA
 

texto: Chico Padilha

ISA Games no Peru tem ouro de Sphaier, bronze de Johnes e cobre do Brasil

Rodrigo Sphaier e Alan Johnes em finais no dia decisivo garantiu medalha de cobre do Brasil nos Jogos Mundiais de Surf 2010

Coroando sua participação ao lado de outras trinta nações, o medalha de cobre e quarto colocado Brasil, graças a Rodrigo Sphaier vencendo à disputa individual pelo ouro nos pranchões do Longboard e Alan Johnes, no Surf Open sendo o dono do bronze da terceira colocação, fez dois dos três pódios individuais em Señoritas,Punta, Hermosa, Lima, palco das finais do Billabong ISA World Surfing Games apresentado por Amarok no Peru, os Jogos Mundiais de Surf que, na sua edição 2010. iniciou-se dia 19 passado com a participação de trinta e um países filiados à International Surfing Association (ISA).

A Austrália faturou o ouro no Open feminino com Chelsea Hedges, agora bicampeã do ISA Games, entre os homens levou a medalha dourada na Open foi o taitiano Hira Terinatoofa, que a exemplo do carioca Sphaier também passou pela repescagem.

A vitória do carismático Hira, deixou em vice Gabriel Villaran, do Peru, e em terceiro o norteriograndense Alan Johnes, ambos que não enfrentaram repescagem pois ou venceram ou ocuparam no mínimo à segunda colocação em suas baterias antes da decisão que acabou tendo o experiente Mick Campbel em quarto pela vice campeã Austrália, vice do Peru em Punta Hermosa, Lima.

As ondas escassas do dia decisivo não tiraram o brilho da vitória de todos, mas certamente foi um fator a dificultar as performances.

Rodrigo Sphaier foi impecável, dominou sua final de ponta a ponta, somando 16,16 pontos em duas notas, as duas últimas das três que surfou de forma bem seletiva na decisão, deixando para trás a dupla australiana Josh Constable, vice, e Harley Ingleby, que foi terceiro na busca de chegar ao bi, ficando Benoit Clement, do Peru, em quarto, no pódio em que o hino brasileiro foi ouvido em Senõritas.

Vale registrar que o campeão Open Hira Terinatoofa agitou a bandeira do Taití e esbanjou sua conhecida alegria no alto do pódio, mas só até o hino de seu país ser executado e ele se emocionar indo às lágrimas, “Iorrana Taiti !“ exaltou o locutor Juan Pablo Barrientos.

O Brasil chegou ao dia decisivo com a dupla Sphaier e Johnes defendendo pontos que em caso de duas vitórias ainda lhe faria ficar atrás da África do Sul, mesmo com no longboard o sulafricano Matthew Moir, sendo a precoce última baixa de seu país já na repescagem sete que foi a primeira de três vitórias na quarta-feira do carioca novo campeão mundial de longboard do ISA Games.

O título por seleções do Peru marca a volta do Peru como cenário dos eventos da International Surfing Association (ISA), e será lá mesmo, em Abril de 2011, que a nova geração até dezoito anos de todo o mundo vai estar em seleções de doze atletas, um deles feminino, e outro com idade máxima dezesseis anos, será então a oportunidade do Brasil ir novamente ao pódio e o alegre verde-amarelo, que tão bem nos representa, se destacar em meio ao colorido de outras nações amigas e também do surf, a exemplo do histórico , hospitaleiro e novo campeão mundial Peru.
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS