Outras Notícias

Veja os Comentários


22/10/2003-19:30:20
WCT
 

Na manhã desta quarta-feira as ondas não apareceram em Mundaka e o Billabong Pro foi novamente transferido para a praia de Bakio, beach-break próximo à Mundaka.

Depois de uma reunião realizada entre os surfistas e organização, a segunda fase foi reiniciada com a realização das oito baterias restantes. Está prevista a entrada de um novo swell nas próximas horas.

Dos três brasileiros que competiram nas ondas de até 1,5 metros mexidas em Bakio, nas últimas baterias do segundo round, Victor Ribas e Teco Padaratz se classificaram para a fase seguinte. Já Danilo Costa perdeu e está fora da prova.

Assim, o Brasil avança com quatro atletas para as oitavas-de-final: Guilherme Herdy, Paulo Moura, Victor Ribas e Teco Padaratz. As notas foram transmitidas on-line, mas devido à falta de infraestrutura em Bakio não foi possível a transmissão ao vivo em vídeo.

A primeira bateria a cair na água envolveu o australiano Taj Burrow e o californiano Tim Curran. Taj venceu com certa folga e avançou mais uma fase.

Depois foi a vez do carioca Victor Ribas, que bateu o havaiano Kalani Robb pelo placar de 11.85 contra 9.94 pontos.

"Eu surfei Bakio pela manhã e não tinha nada, mas depois subiu um pouco com a entrada do vento maral. Mas estamos acostumados com esse tipo de onda no Brasil. Não estou satisfeito com meu surfe, mas consegui encontrar algumas ondas e foi a primeira vez que venci Kalani", disse Ribas.

Na seqüência, o catarinense Flávio "Teco" Padaratz desbancou o touro australiano Luke Egan num grande confronto de goofies. Teco manteve a liderança por toda a bateria e venceu com a somatória de 14.34 pontos, contra 11.66 de Egan.

Por fim, o potiguar Danilo Costa entrou na 13a bateria contra o australiano Joel Parkinson, que não deu chances ao brasileiro e simplesmente atropelou Costa. Parko bateu um novo recorde no evento ao marca 17.83 pontos de 20 possíveis, maior média até o momento, enquanto Costa somou apenas 9.93 pontos.

Uma nova chamada será feita às 8 horas desta quinta (horário local, 4 horas de Brasília) e os organizadores esperam reiniciar o evento em Mundaka.

Billabong Pro Mundaka - Baterias do terceiro round

1 Kieren Perrow (Aus) x Guilherme Herdy (Bra)
2 Phil MacDonald (Aus) x Mick Fanning (Aus)
3 Mick Lowe (Aus) x Dean Morrison (Aus)
4 Paulo Moura (Bra) x Kelly Slater (EUA)
5 Taj Burrow (Aus) x Victor Ribas (Bra)
6 Flavio Padaratz (Bra) x Danny Wills (Aus)
7 Joel Parkinson (Aus) x Jake Paterson (Aus)
8 Lee Winkler (Aus) x Nathan Hedge (Aus)
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS