Outras Notícias

Veja os Comentários


02/05/2011-13:53:58
CBS
 

Texto: Chico Padilha

Billabong Brasileiro de Surf na Bahia


Em Salvador nesse final de semana se definirá trio que irá em Junho ao ISA Games no Panamá

A Bahia comemora à recente conquista na California, Estados Unidos, do título de surfista de ondas gigantes pelo baiano Danilo Couto, enquanto Bruno Galini, campeão nordestino e terceiro do surf profissional nacional, será, estreando na fase dois, um dos profissionais baianos na etapa de acesso mundial que Xangrilá, no Rio Grande do Sul, sedia já a partir desta terça-feira.

Mas é o soteropolitano que tem título de campeão mundial de surf WQS, Armando Daltro, quem possui, de sexta-feira a domingo, uma missão importante em casa, a de levar o selecionado baiano a vitória na etapa dois do Billabong Brasileiro de Surf, torneio da Confederação Brasileiro de Surf (CBS), na qual, entre outros, a Bahia estará representada por Ian Costa, Erick Moraes, Wallace Júnior, Herbert Vieira, Vinícius Satyro, Iago Silva, Luís Lamarão, Theo Araújo, Danilo Almeida e Demí Brasil, surfista de Morro de São Paulo que conclama à torcida baiana: “Vamos lá !, representar em peso à Bahia e mostrar que temos muito surf ! Darei o melhor de mim para podermos botar à Bahia no pódio, conto com a força de todos nessa torcida pela equipe baiana!”

Primazia da Bahia
A Bahia, especialmente a Praia de Jaguaribe, Salvador, tem a primazia de ser a primeira a sediar uma segunda etapa do Billabong Brasileiro de Surf CBS, circuito que ano passado foi aberto em suas ondas e em 2011 só passou antes por Fortaleza, Ceará, onde se definiram os favoritos às três vagas oferecidas pelo ranking Open, duas no Masculino e uma no Feminino, na seleção que irá, em junho ao World Surfing Games Panamá, os Jogos Mundiais de Surf da International Surfing Association(ISA), integrando seleção que serão oito em busca do título de seleções e aos individuais Open, masculino e Feminino, e de pranchões.

A disputa nas ondas baianas também é corrida de recuperação para alguns, caso da Bahia, sétima colocada, e largada para outros, pois são esperadas as estréias de Alagoas e do Rio Grande do Sul no torneio, em especial dos alagoanos, agora presididos no surf por Tânia Andrade Barreto, irmã do primeiro campeão brasileiro profissional do terceiro milênio, Tânio Barreto.

Nomes da nova geração, a exemplo do Mirim (Sub-16) Amando Tenório, são aguardados para representar ao estado que também possui um vice-campeão mundial Júnior(Sub 18), Marcondes Rocha, expressiva colocação alcançada em 2000 quando essa categoria até dezoito anos não possuía seu mundial próprio, o World Júnior Surfing Championship, que acontece desde 2003.

O Mundial Júnior, em sua nona vez, será no Peru já neste mês, e a CBS já divulgou seus totais doze atletas nas três categorias dele; Mirim, Júnior e Júnior Feminina, que são disputadas também no Billabong Brasileiro de Surf, que ainda possui Iniciante (Sub 14) e a sem limite Open, que define dupla na versão masculina e a líder feminina para ir ao seguinte ISA World Surfing Games, os Jogos Mundiais de Surf também chamados de ISA Games.

São Paulo líder
Líder por seleções, São Paulo tem recordes quatro surfistas no time ao Mundial Júnior, três deles que garantiram vagas ao final da abertura no Ceará.

Já na busca de vaga no ISA Games, o paulista de maiores chances é Deivid Silva, nele sétimo do ranking brasileiro no qual é líder Júnior, posição esta que combinada ao vice-título Sub-18 lhe confirmou vaga no Mundial do Peru que foi disponibilizada para o atleta imediatamente abaixo em razão dele, melhor mirim do Brasil ano passado, ter sido convocado para reforçar a sua categoria de origem, a mesma na qual o Brasil já foi vice campeão, há cinco anos em casa, como o hoje top da elite mundial Alejo Muniz, catarinense de Bombinhas, ele que, dois anos depois, sucedeu Jadson André, do Rio Grande do Norte, e antecedeu o paulista atual campeão Gabriel Medina, no título mundial Júnior.

Jussemir e Gilvanilta na ponta
Santa Catarina, terceira do ranking, é quem está melhor na disputa Open, liderada por seu titular Jussemir Júnior, seguido por Michael Rodrigues, representante do atual quarto Ceará, a seguir por Luiz André, que não pontuou pelo sexto Rio Grande do Norte, e sendo quarto Elivelton Santos, que nela pontuou pela Paraíba, vice no Billabong Brasileiro de Surf CBS, no qual o nome dele, a exemplo do paulista Deivid Silva, aparece como titular em três categorias, as existentes no Mundial no Peru e a que existe nos Jogos de Surf a partir de junho no Panamá.

Na disputa da única vaga Open feminina pelo ranking CBS, a norteriograndense Gilvanilta Ferreira saiu a frente, seguida pela paulista Kaena Brandi, com a dupla cearense Rhafaela Bahia e Estefany Freitas vindo nas posições seguintes na disputa da vaga.

O Billabong Brasileiro de Surf CBS, com nixon, vonzipper, xcel e dakine, em sua segunda etapa na Praia de Jaguaribe, Salvador, Bahia, de 06 a 08 de maio, é patrocínio Superintendência dos Esportes do Estado da Bahia (SUDESB), Empresa Baiana de Águas e Saneamentos SA(EMBASA) Governo da Bahia, apoio Prefeitura de Salvador, realização Confederação Brasileira de Surf (CBS) cujo site oficial é www.cbsurf.org.br, que transmitirá ao evento.


Ranking antes do Billabong Brasileiro de Surf CBS em Jaguaribe, Salvador, Bahia
Open
http://www.cbsurf.org.br/index-2011.html
1O Jussemir Júnior SC 1000 pontos
2O Michael Rodrigues CE 900 pts
3O Luiz André RN 810 pts
4O Elivelton Santos PB 729 pts

Open Feminino
1O Gilvanilta Ferreira RN 1000 pontos
2O Kaena Brandi SP 900 pts
3O Estefany Freitas CE 810 pts
4O Rhafaela Bahia CE 729 pts

Iniciantes
1O David Sobrinho CE 1000 pontos
2O Igor Morais SP 900 pts
3O Gustavo Ramos SC 810 pts
4O André Heiden SC 729 pts

Mirim
1O Lucas Silveira RJ 1000 pontos
2O Filipe Toledo SP 900 pts
3O Elivelton Santos PB 810 pts
4O Rafael Venuto CE 729 pts

Júnior
1O Deivid Silva SP 1000 pontos
2O Elivelton Santos PB 900 pts
3O Michael Rodrigues CE 810 pts
4O Matheus Faria RJ 729 pts

Júnior Feminina
1O Kaena Brandi SP 1000 pontos
2O Isabela Lima 900 pts
3O Camila NerosCE 810 pts
4O Estefany Freitas CE 729 pts

Seleções
1O São Paulo 1000 pontos
2O Paraíba 900 pts
3O Santa Catarina 810 pts
4O Ceará 729 pts

 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS