Outras Notícias

Veja os Comentários


25/05/2011-08:42:29
NE PRO
 

Etapa da Mahalo movimenta nordestino de surfe profissional em Pernambuco



O Kenner Apresenta: Mahalo Pro Challenge acontece entre os dias 18 e 19 de junho, em Maracaípe. A prova, vencida pelo baiano Bruno Galini em 2010, oferece premiação de R$ 30 mil





Salvador, 24/05/2011 - Uma das provas mais emocionantes do circuito nordestino de surfe profissional (ANS Pro Tour) de 2010, o Kenner Apresenta: Mahalo Pro Challenge será realizado neste ano nos dias 18 e 19 de junho, na Baía de Maracaípe, município de Ipojuca, em Pernambuco. A quarta etapa do circuito regional mais forte e organizado do país oferece premiação de R$ 30 mil, sendo que R$ 8 mil serão destinados ao campeão.

O Kenner Apresenta: Mahalo Pro Challenge acontecerá na semana do São João, uma das festas mais comemoradas na região Nordeste. Assim como em 2010, a tendência é que, além das fortes disputas entre os melhores surfistas nordestinos dentro d’água, a prova seja marcada por um clima festivo, de muita descontração.

A competição acontece uma semana depois da abertura do Circuito Brasileiro Pro (o Brasil Surf Pro), que rola na Praia do Cupe, a cerca de 10 quilômetros de Maracaípe. A proximidade de datas e de locais dos eventos vai possibilitar que diversas estrelas do surfe brasileiro marquem presença no quarta etapa do Nordestino Pro.

De acordo com o diretor-presidente do Grupo MAHALO, Tony Almeida, a competição faz parte do processo de crescimento da marca e da filosofia de fomentação ao surfe. “Este evento é sempre algo muito especial para a nossa marca. É uma retribuição à nossa região, pelo acolhimento e aceitação que a MAHALO tem recebido em todos os estados nordestinos. É mais um motivo para celebrarmos nossos sucessos”, declara.

Em busca do bi - Na disputa da prova do ano passado, quem se saiu melhor foi o ilheense Bruno Galini, que no final da temporada se tornou campeão nordestino profissional. Após a conquista, Galini fechou contrato de patrocínio com a MAHALO.

Na época, o surfista havia feito um primeiro semestre morno e sem resultados expressivos. Mas a vitória e o novo patrocínio abriram portas para o atleta, que venceu mais duas provas do Nordestino e uma do Brasil Surf Pro, fechando o ano de 2010 como o terceiro melhor surfista do país. Isso tudo de agosto a dezembro.

“Realmente, depois que venci o Mahalo Pro Challenge as coisas aconteceram de forma extraordinária. Com o patrocínio da MAHALO ganhei uma motivação muito grande e consegui vários resultados expressivos”, explica Galini. “Se tivesse começado o ano de 2010 como comecei o segundo semestre, com certeza iria mais longe”, comenta.

O domínio dos atletas da MAHALO no ANS Pro Tour 2010 não parou no campeão. O também baiano Bernardo Lopes finalizou o ranking em segundo lugar e foi o vencedor da Tríplice Coroa da Pena, consagrando-se campeão da histórica etapa de Fernando de Noronha, em ondas de cerca de três metros. Já o paraibano Ulisses Meira finalizou o ranking na décima colocação.

ANS Pro Tour 2011 – Revitalizado no ano de 2005, o nordestino profissional é o circuito de surfe mais forte do país. Com premiação de quase R$ 300 mil reais, distribuídos entre as etapas, a competição oferece quatro vagas para o Brasil Surf Pro.

Sobre a MAHALO – A MAHALO é uma marca nascida na Califórnia em 1982 e licenciada no Brasil, que representa o verdadeiro espírito do surf e incorpora em todas as suas atitudes o espírito de respeito e agradecimento. Traduz um estilo de vida baseado no mais puro sentido e significado da cultura havaiana. Sediado na Bahia, o grupo possui uma fábrica e 24 lojas.

O grupo MAHALO produz e comercializa produtos da linha surfwear para todo o Brasil e se preocupa com a fomentação de esportes aquáticos, com a cultura, com o meio ambiente e com o bem estar social. Os produtos MAHALO também podem ser encontrados nas surfshops Wave Beach e em mais de 800 lojas, nas diversas regiões do país.

O Kenner Apresenta: Mahalo Pro Challenge tem patrocínios da MAHALO, Kenner e Mahalo Press e conta com os apoios da Prefeitura Municipal de Ipojuca, Eberle Fashion, Lucas Aplique Process e do Governo de Pernambuco, através da Secretaria Estadual de Esportes. As supervisões técnicas são da Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP), Federação Pernambucana de Surf (FPS) e da Associação Nordestina de Surf (ANS). A divulgação é dos canais ESPN e Woohoo; das revistas Fluir e Ceará Surf Press; e dos portais Waves, Surf Bahia, e Ceará Surf.

Outros contatos Yordan Bosco: (71) 3343-1546 / 8259-8391

Assessoria ANS TOUR - Jossildo andrade (85) 9953-1008




--------------------------------------------------------------------------------
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS