Outras Notícias

Veja os Comentários


10/06/2011-08:44:18
ISA
 

Texto: Chico Padilha
Foto: Gabriel Macedo

Brasil se escala ao Billabong ISA World Surfing Games no Panamá

 

A Confederação Brasileira de Surf (CBS) divulgou toda a delegação que leva para representar ao Brasil nas Olimpíadas do Surfe, o Billabong ISA World Surfing Games, os Jogos Mundiais da International Surfing Association (ISA), entre 25 próximo e 03 de Julho, em Playa Venao, Panamá.

Michael Rodrigues, o cearense líder da Open brasileira, será o mais jovem no quarteto masculino, Diego Michereff, de Santa Catarina, e Ian Gouveia, pernambucano lá radicado, é a jovem dupla Sub-20 no quarteto que se completa com o campeão pan-americano 2009 Rudá Carvalho, da nova geração profissional da Bahia.

A dupla feminina Open repetirá o ano passado, levando a melhor surfista brasileira de todos os tempos, a cearense Silvana Lima, e á líder Open da CBS, que este ano é Gilvanilta Ferreira, invicta no circuito da Confederação;

No Longboard, os competidores brazucas nos pranchões serão os catarinenses Caio Husadel e Gabriel Vitorino, todos com Otoney Xavier, Gabriel Macedo e Adalvo Argolo, presidente da CBS, assessorando tecnicamente nas ondas panamenhas que receberam com sucesso ao ISA Master do ano passado, quando então o campeão da Kahuna foi o carioca Sergio Penna.

O quarteto masculino possui além de alto nível de surf algumas curiosidades, Michael Rodrigues é destaque do time Ceará que quebrou á hegemonia da seleção líder, a paulista, mas não nasceu em Fortaleza e sim em Brasília. Ian Gouveia, nasceu em Recife mas só pode começar a surfar no litoral sul pernambucano já que o surf na capital já era então proibido.

Rudá Carvalho, nasceu no Mato Grosso mas sempre surfou no quintal de sua casa em Olivença, Ilhéus, e que quintal: a Praia do Backdoor, origem do também vitorioso Jojó de Olivença.

Diego Michereff, é o maior destaque da nova geração catarinense que saiu da Júnior apenas ano passado, quando ele somou na Sub-18 da Confederação para que os catarinenses empatassem com a decacampeã São Paulo na etapa em Balneário Comburiu.

Gilvanilta Ferreira, pelo Rio Grande do Norte, tem o mesmo carimbo de integrante de seleção campeã que alcançou um ano antes Rudá Carvalho integrando á seleção da Bahia.

Na dupla do Longboard, a juventude esconde uma grande experiência, Gabriel Vitorino, por exemplo, tem no currículo anos e títulos na Júnior na qual ainda compete em cima dos pranchões.

Uma viagem de pouco mais de cinco horas, a partir do Rio de Janeiro, levará o grupo á cidade do Panamá no próximo dia 23, e quando o grupo retornar, em 04 de Julho, há expectativa que a escalada do Brasil no surfe mundial continue ascendente, de preferência subindo três posições, do atual cobre do quarto lugar para o ouro, do primeiro, que o Brasil nunca conquistou fora de casa, em especial na América Central, onde há vinte e três anos, em Porto Rico, teve sua primeira seleção completa no Mundial da ISA, e fez o campeão Open, Fábio Gouveia, paraibano que na ocasião tinha quase a mesma idade que hoje possui Ian Gouveia, o filho convocado.

Representantes da Equipe Brasileira de Surf 2011, ISA World Surfing Games Panamá.

Categoria Open
Michael Rodrigues (CE)
Rudá Carvalho (BA)
Diego Michereff (SC)
Ian Gouveia (PE)

Categoria Feminino Open
Silvana Lima (CE)
Gilvanilta Ferreira (RN)

Categoria Longboard
Caio Husadel (SC)
Gabriel Vitorino(SC)

Técnicos
Otoney Xavier
Gabriel Macedo
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS