Outras Notícias

Veja os Comentários


15/08/2003-11:33:02
WQS
 

Para alívio dos organizadores do Nokia Pro, uma tímida reação do mar proporcionou ondas de meio metro na última quinta-feira em Lacanau, França, depois de o campeonato ser adiado por falta de onda. Válida como a 22a etapa do WQS 2003, a competição tem nível 6 estrelas e distribui US$ 125 mil em prêmios.

Para colocar o cronograma em ordem, os organizadores realizaram três fases na quinta. Dos oito brasileiros que chegaram ao sétimo round - onde estão escalados os principais cabeças-de-chave, entre eles Neco Padaratz, atual líder do WQS -, o grande destaque foi o jovem catarinense Jean da Silva, que venceu todas as baterias que disputou.

Além de Jean, também sobreviveram aos combates nesta quinta o carioca Marcelo Trekinho, o gaúcho Rodrigo Dornelles, o pernambucano Bernardo Pigmeu, o potiguar Marcelo Nunes, o catarinense Diego Rosa, o alagoano Tânio Barreto e o paulista Renan Rocha.

Mas nem tudo foi alegria para exército brasileiro. Apesar das oito classificações, o time canarinho sofreu 20 baixas nesta quinta-feira. No quarto round, caíram fora o cearense Fábio Silva, o catarinense Fernando Moura e os cariocas Stephan Figueiredo, João Gutemberg e Anselmo Correa.

Na quinta rodada, foram derrotados o paranaense Jihad Kohdr, o catarinense Pedro Norberto, o carioca Leonardo Neves e o baiano Christiano Spirro.

Por último, deram adeus ao Nokia Pro o gaúcho Daison Pereira, o catarinense James Santos, o paraibano Otávio Lima, o potiguar Joca Júnior, os paulistas Danylo Grillo, Beto Fernandes e os cariocas Gustavo Fernandes, Pedro Henrique, Raoni Monteiro, Yuri Sodré e Guilherme Herdy.
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS