Outras Notícias

Veja os Comentários


20/02/2005-08:46:25
Noronha 2005
 

"Essa foi definitivamente a melhor bateria da minha vida!". Com essas palavras o californiano Bobby Martinez definiu a impressionante conquista do título do Hang Loose Pro Contest 2005, em tubos incríveis na praia da Cacimba do Padre, Fernando de Noronha.

A competição foi encerrada neste sábado depois de uma maratona de baterias que começou com as disputas restantes da rodada dos 24 atletas, às 8 horas da manhã, e seguiu até a grande final, por volta das 5 horas da tarde.

O cearense Dunga Neto ficou com o segundo lugar depois de uma sequência de vitórias aliando sorte e determinação, com Bernardo Pigmeu, de Pernambuco, e André Silva, também do Ceará, na terceira colocação, com belíssimas atuações nas ondas da Cacimba, que proporcionou um verdadeiro show de tubos neste sábado de sol e muito calor em Noronha.

Para dar uma idéia do nível de surf apresentado por Martinez, vice-campeão do Hang Loose Pro em 2003 e atual líder do ranking WQS 2005, na final ele somou inacreditáveis 19.80 pontos de 20 possíveis, descartando ainda uma nota 9.5 obtida em um tubo sensacional, contra 12.50 de Dunga Neto, que tentou ao máximo, mas não conseguiu superar a técnica apurada do oponente.

"Meu Deus, nem sei o que dizer. Estou muito feliz, essa foi a melhor bateria da minha vida!", disse Martinez, 22, logo após o término da final.

"Posso dizer que esse foi um dos melhores beach-breaks que já surfei, os tubos estavam incríveis. Em 2003 fui vice e no ano passado não pude vir, fiquei realmente chateado com isso. Mas agora, fazer novamente a final e vencer é realmente demais", falou o surfista local de Santa Bárbara, que abriu a bateria com um tubo nota 10 e faturou US$ 12 mil pela conquista.

Na sequência, ele pegou outro tubo insano e tirou 9.8, superando a média 19.50 obtida por Fábio Gouveia nas oitavas-de-final, com o outro único 10 da competição.

"Estava numa sintonia perfeita com as séries. Foram muitas baterias hoje, estou um pouco cansado, mas realizado em conquistar uma vitória em ondas desse tipo, pegando grandes tubos em quase todas as baterias que eu disputei. Hoje então foi demais, acho que estava abençoado, mas todos que chegaram nas fases decisivas também mereciam vencer, pois pegaram muito bem. Esse campeonato é um dos que eu vou querer disputar todos os anos, pois o lugar aqui é muito lindo, as pessoas são maravilhosas e esses tubos são fantásticos”, garantiu.

A Dunga Neto não restaram muitas opções a não ser assistir o show proporcionado pelo norte-americano. "Foi a final mais tranqüila que eu já fiz. O cara me escovou!", admitiu o cearense.

"No começo da bateria eu estava tranqüilo esperando as ondas, peguei a primeira que era boa e aí veio a de trás que era campeã, ele tirou o notão 10 e eu assisti tudo do canal. Aí depois a onda que eu fiz 7 e pouco foi a mesma coisa, ele veio na de trás iluminada para ele e não tinha jeito, era o dia dele e quando Deus quer ninguém tira. Mesmo assim estou superfeliz com o resultado e vamos ver se com essa boa atuação aqui eu consigo convencer meus patrocinadores para disputar outras etapas do WQS no exterior para tentar uma vaga para o WCT", falou Neto.

Resultado do Hang Loose Pro Contest 2005 - Fernando de Noronha
1 Bobby Martinez (EUA) - US$ 12 mil
2 Dunga Neto (Bra) - US$ 5 mil
3 Bernardo Pigmeu (Bra) - US$ 2,7 mil
3 André Silva (Bra) -US$ 2,7 mil
5 Marcelo Trekinho (Bra) - US$ 1,7 mil
5 Mike Todd (EUA) - US$ 1,7 mil
5 Nathaniel Curran (EUA) - US$ 1,7 mil
5 Fábio Gouveia (Bra) - US$ 1,7 mil
Ranking WQS 2005 - após 2 etapas
1 Bobby Martinez (EUA) 2.000 pontos
2 Dunga Neto (Bra) 1.720
3 Nathaniel Curran (EUA) 1.706
4 Mike Todd (EUA) 1.614
5 Ben Bourgeois (EUA) 1.586
6 Bernardo Pigmeu (Bra) 1.460
6 André Silva (Bra) 1.460
8 Ryan Helm (EUA) 1.254
9 Fábio Gouveia (Bra) 1.220
9 Marcelo Trekinho (Bra) 1.220
11 Gabe Kling (EUA) 1.215
12 Renan Rocha (Bra) 1.000
12 Mikael Picon (Bra) 1.000
12 David Weare (Bra) 1.000
12 Paul Canning (Bra) 1.000
12 Anselmo Correia (Bra) 1.000
12 Marco Polo (Bra) 1.000
12 Wilson Nora (Bra) 1.000

Por Ricardo Macario (Waves)
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS