Outras Notícias

Veja os Comentários


04/04/2005-08:27:35
Petrobrás Feminimo
 

No último dia de competições da primeira etapa do Circuito Petrobras de Surfe Feminino, o show nas ondas de Itamambuca ficou por conta da atual campeã brasileira Silvana Lima. A cearense, bicampeã do Circuito, que no ano passado perdera a coroa para Taís de Almeida, provou que está disposta a brigar pelo tricampeonato ao vencer a etapa de Ubatuba. Taís garantiu o segundo lugar, seguida pelas paulistas Suelen Naraísa e Cláudia Gonçalves. Patrocinado pela Petrobras, o circuito tem em Ubatuba o co-patrocínio da Vigor. (Texto-divulgação da Media Guide e fotos de Rick Wernerck)
A etapa de abertura do único circuito de surfe exclusivo para mulheres no mundo confirmou o sucesso do campeonato, que já está na quarta edição. Foram 132 meninas inscritas, que além da briga entre as profissionais teve disputas nas categorias groomets (até 12 anos), mirim (até 16), open, e longboard.

Na bateria final, Silvana largou na frente e dominou desde o começo. A cearense, bastante radical dentro d água, arrancou aplausos do público, mostrando que está disposta a recuperar a coroa do Circuito. A briga pela segunda colocação ficou entre a surfista de Saquarema, Taís de Almeida, e a de Ubatuba, Suelen Naraísa. Taís levou a melhor e garantiu o segundo lugar do pódio, mostrando que não vai dar moleza à Silvana nas outras etapas. Suelen terminou em terceiro e Cláudia Gonçalves em quarto.

"Estou muito feliz. Eu vim para ganhar. Tenho treinado bastante e este é o resultado de todo este esforço. Aqui me sinto em casa", disse a cearense.

Na primeira semifinal do dia, Silvana Lima e Taís de Almeida não tiveram muita dificuldade para superar suas adversárias: a niteroiense Juliana Guimarães e a ubatubense Francisca Pereira. Já na outra bateria, a briga por uma vaga na finalíssima foi bastante disputada. As paulistas Suelen Naraísa e Cláudia Gonçalves, que conseguiu sua vaga na última onda, deixaram para trás a tricampeã brasileira Andréa Lopes e a surfista local, Luana Prado.

No longboard, a vitória ficou com a paranaense Sabrina Olas, que superou a tricampeã do Circuito e atual campeã brasileira Karina Abras. A catarinense ficou com o segundo lugar, Rita Helena com o terceiro e Tânia Candemil com o quarto.

"É muito bom poder ganhar um evento deste nível. Eu consegui escolher as ondas certas e surfar bem", diz a paranaense.

Na mirim o título ficou com a paulista Leila Eustáquio, enquanto a também paulista Maria Vitória venceu na groomets. A paraibana Diana Cristina, revelação do Circuito Petrobras, de apenas 14 anos, ganhou na open, categoria aberta a surfistas amadora de qualquer idade. Em uma final bastante disputada, Diana conseguiu a melhor nota do campeonato (9,33) e superou Luana Coutinho. Tininha, como é chamada, também chegou à final na mirim faturando a segunda colocação.

Válidas pelo Campeonato Brasileiro, as etapas do Circuito Petrobras oferecerão R$ 50 mil em prêmios: R$ 20 mil na etapa da Bahia e R$ 15 mil no Rio e em São Paulo. A premiação da categoria longboard dobrou, passando para R$ 2 mil. As dez primeiras colocadas na profissional se classificam para o Festival Petrobras de Surfe que acontece em dezembro no Rio de Janeiro, com a participação ainda dos melhores do Petrobras Longboard Classic e das Seletivas Petrobras de Surfe Masculino.

RESULTADOS

PROFISSIONAL
1- Silvana Lima - CE - R$ 4 mil
2. Taís de Almeida - RJ - R$ 2,5 mil
3. Suelen Naraísa - SP - R$ 1,5 mil
4. Cláudia Gonçalves - SP - R$ 1 mil

Longboard
1. Sabrina Olas- PR
2. Karina Abras- SC
3. Rita Helena- SP
4. Tânia Candemil - SC

Open
1. Diana Cristina - PB
2. Gabriela Teixeira - RJ
3. Luana Coutinho - SP
4. Beatriz Cunha - SP

Mirim
1. Leila Eustáquio -SP
2. Diana Cristina - PB
3. Monique Santos -PE
4. Adine Pereira - SP

Groomets
1.Maria Vitória - SP
2. Kaena Brandi - SP
3. Isabela Lima - RJ
4. Júlia Torsani - SP

Patrocínio: Petrobras
Co-patrocínio: Vigor
Apoio: Girls Fluir, AntiQueda, HB sunglasses, Pro-lite, Roxy acessórios,
bebidas Betamix, sandálias Kenner, Ministério do esporte, Prefeitura de
Ubatuba, Secretaria de esportes de Ubatuba, AUS, Escolinha do Zecão, Abrasp,
CBS.

Fonte: ABRASP
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS