Outras Notícias

Veja os Comentários


06/06/2005-08:46:04
Paraibano 2005
 

Etapa Greenish Open abriu temporada em Praia Bela com volta do Profissional
O sergipano Valmir Neto foi o grande campeão profissional do Greenish Open, etapa de abertura do Mix FM+Surf 2005, encerrado na tarde de ontem em Praia Bela litoral Sul paraibano

A principal vitória de Valmir Neto, que ainda é amador e também venceu a Open dessa categoria, veio em um duelo particular com o pernambucano Alan Donato, que abriu a bateria com nota seis e meio liderou a disputa até o último minuto, quando então em uma onda que foi surfada de costas, o sergipano obteve nota sete elevando sua média total para mais de treze pontos, enquanto Jonas Soares, ainda amador, e Fabrício Júnior, integrante do SuperSurf também potiguar, ocuparam a terceira e quarta colocações.

Para vencer na Open, encerrada cinco minutos antes, Valmir Neto, não forçou tanto o ritmo e obteve nove pontos e quinze centésimos, pontuação superior em apenas um ponto a obtida pelo paraibano CarlosWendell, com ambos sendo coadjuvados por dois atletas menores de dezoito anos, Jobson Santos e Rafael Seixas, que nesta disputa amadora sem limite de idade foram terceiro e quarto lugares, colocações que se inverteram na disputa Júnior, na qual ambos foram superados pelo campeão John Max, de Natal, e por Erbeliel Andrade, atleta de Baia da Traição segundo na Júnior em Praia Bela, e defensor do título nessa divisão amadora júnior.

Na mirim a vitória foi novamente do potiguar John Max em dobradinha com o conterrâneo Caio César, Ramon do Valle, menos experiente, representou bem a Paraíba com terceiro lugar, ficando a frente do talento pernambucano Júnior lagosta.

Na Open feminino a bicampeã brasileira, a potiguar Krisna de Souza, superou o favoritismo da paraibana Diana Cristina, a Tininha, em um duelo desequilibrado quando a potiguar desferiu duas fortes batidas, manobra feita na crista da onda, e ampliou a vantagem deixando a paraibana líder brasileira Júnior com o vice título, outra potiguar, Jovanilta, foi terceira, e a quarta colocação ficou na Paraíba com Janaína Cléa.

A série de vitórias potiguares se encerrou com estes três títulos, nas demais os paraibanos dominaram na estreante com Toinho “Badionaldo”, na iniciante, limitada em quatorze anos, vitória de Brainer de Castro, que a exemplo de Samuel Igor, de Baia da Traição, saiu na frente na luta pelo bi da estadual, na Máster, reunindo os acima de trinta e cinco anos, a Paraíba foi campeã com Alexandre Henrique, enquanto na Sênior, mínimo de 28 anos, Mauricio Bandeira garantiu, de virada, o único título de Pernambuco.

O Mix Fm+Surf foi elogiado pela boa qualidade das ondas, pela excelente estrutura e premiação e pela volta da disputa profissional, o que aumentou ainda mais a qualidade do já tradicional circuito estadual, a preocupação da marca Greenish com a limpeza das praias, ficou evidente nas mensagens institucionais divulgadas, nos dois dias de prova, sobre desenvolvimento sustentável, limpeza das praias, utilização de energias limpas e outras formas de preservação do meio ambiente, cujo dia foi comemorado ontem com ações no estado.

A segunda etapa do Paraibano Mix Fm+Surf está confirmada para ocorrer de 15 a 17 de Julho quando então a Paraíba volta a ter um evento realizado em três dias, flexibilizando o andamento da temporada que contou com recorde de inscritos no Greenish Open em Praia Bela, para o que somou o decisivo apoio da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer do Estado.
Click aqui para Fotos e Resultados
fonte: Chico Padilha
foto: SurfByte
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS