Outras Notícias

Veja os Comentários


24/08/2003-00:04:24
Mundial amador
 

Nesta sexta-feira (22/08), um forte vento nordeste dificultou a vida dos competidores no Quiksilver ISA World Junior Surfing Championships, que acontece em Durban, África do Sul, e em ondas mexidas de 1,5 metros foram definidos os semifinalistas das categorias Júnior (até 18 anos), Mirim (até 16), Feminino Sub-19 e Tag Team (equipes). A competição será finalizada neste sábado (23/08).

O time verde-amarelo teve um desempenho satisfatório nas ondas irregulares que quebraram em North Beach nesta sexta. Dos seis brasileiros na competição, três garantiram vaga na semifinal.

E na primeira fase do Tag Team, nossos atletas massacraram as equipes da França (2º), Argentina (3o) e Peru (4º).

Na semi, o Brasil encara os havaianos e novamente os franceses em busca de uma vaga na decisão. Individualmente, William Cardoso (SC) e Leandro Bastos (RJ) na categoria Júnior e o paulista Júnior Faria (SP) na Mirim são as esperanças do Brasil para a conquista do Mundial.

Nas quartas-de-final, William manteve a boa campanha e avançou para a semi junto com o australiano Tevita Gukilau, mandando de volta para casa o francês Roman Lahue e o norte-
americano Jason Miller.

O atual campeão pan-americano Leandro Bastos também fez bonito. O carioca travou um bom duelo com o havaiano Ola Eleogram pela liderança da bateria, mas bastou a segunda posição para o brasileiro seguir adiante em Durban e eliminar o francês Loic Erran e o neozelandês Matt Scorringer da competição.

Na Mirim, o paulista Júnior Faria teve que disputar duas baterias nesta sexta-feira para chegar até a semifinal. Seu primeiro desafio foi a última bateria das oitavas-de-final, adiada quinta-feira porque começava a escurecer em Durban.

Faria não teve trabalho para faturar a disputa, classificando-se para as quartas-de-final sem problemas. Em seguida, o atleta do Guarujá avançou atrás do australiano Mitch Coleborn e barrou o catarinense Giancarlo Zampieri e o sul-africano Josh Redman.

Além de Giancarlo, o time brasileiro perdeu mais um forte atleta na categoria Mirim. O cearense Pablo Paulino, autor da maior nota da competição, 9.93, e melhor somatória, 19.43 pontos de vinte possíveis, perdeu a invencibilidade no evento e deu adeus ao Mundial.

Pablo não conseguiu superar o sul-africano Jordan Smith e o australiano Tim Wrench nas quartas-de-final e foi embora junto com Brandon Roberts, da África do Sul, último colocado na bateria.

Entre as meninas, Gabriela Teixeira (RJ) e Suelen Naraisa (SP) encerraram a participação brasileira no evento. Suelen foi eliminada na terceira fase pela francesa Caroline Sarran e a argentina Ornella Pellizari.

Gabriela foi muito bem na terceira rodada, mas não repetiu a mesma atuação nas quartas-de-final, caindo diante das australianas Stephanie Gilmore e Amanda Clegg, com Ornella Pellizari ficando em terceiro lugar no confronto e também sendo eliminada.

O ISA World Junior Surfing Games é um evento anual rotativo que possui a sanção da International Surfing Association (ISA) e neste ano é organizado pela Surfing South Africa (SSA).

A delegação brasileira de surf conta com o apoio da Mormaii, Rudy Project, Nivana Surf Trips, WG, e site Waves.Terra, com apoio institucional do Ministério do Esporte e Comitê Olímpico Brasileiro.

Semifinais da categoria Júnior

1 Ricky Basnett (Afr), William Cardoso (Bra), Ola Eleogram (Haw) e Gony Zubizarreta (Esp)
2 Tevita Gukilau (Aus), Keegan Nel (Afr), Ben Dunn (Aus) e Leandro Bastos (Bra)

Semifinais da categoria Mirim

1 Clay Marzo (Hav), Tim Wrench (Fra) e Mitch Coleborn (Aus)
2 Richard Christie (NZ), Jordan Smith (Afr) e Junior Faria (Bra)

Semifinais da categoria Feminino Sub-19

1 Jessi Miley-Dyer (Aus), Amanda Clegg (Aus) e Jessica Matthews (Afr)
2 Tory Titcomb (Haw), Stephanie Gilmore (Aus) e Lauren Mcgregor (Aus)

Semifinais Tag Team

1 Nova Zelândia, África do Sul e Austrália
2 Hawaii, Brasil e França

Obs Avançam para a final os dois primeiros colocados de cada bateria
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS