Outras Notícias

Veja os Comentários


02/09/2005-13:40:20
WCT - Japão
 

As ondas voltaram a subir no Japão, mas ainda não apresentavam boas condições para a continuação do Quiksilver Pro e a previsão é de que a repescagem seja realizada neste sábado em Chiba.
Um enorme público lotou a praia de Hebara na sexta-feira e os organizadores decidiram realizar a Foster’s Expression Session nas ondas de 1 metro de altura.
Essa disputa especial ocorre em todas as etapas e reúne vários surfistas numa bateria de 1 hora de duração, sendo premiados o maior aéreo e a melhor onda surfada.
Quem voou mais alto para faturar US$ 2 mil foi o potiguar Marcelo Nunes, e o australiano Taj Burrow ganhou US$ 1 mil pela melhor onda.
Nunes é um dos quatro brasileiros escalados na repescagem, enquanto o pernambucano Paulo Moura e o cabo-friense Victor Ribas estrearam com vitórias e avançaram direto para a terceira rodada do Quiksilver Pro Japan.
O prazo da sétima etapa do ASP Foster’s World Championship Tour (WCT) vai até o dia 7 de setembro e para encerrar o evento são necessários apenas três dias de boas ondas.
Marcelo Nunes ficou em último lugar na primeira bateria do campeonato disputada na quarta-feira e vai enfrentar o havaiano Kalani Robb no 13o confronto da repescagem já com o prêmio extra de 2.000 dólares para gastar no Japão.
“Eu tenho surfado aqui durante toda a semana. Para mim foi uma honra ter disputado essa bateria com os melhores surfistas do mundo e ter vencido a Expression Session realmente foi muito bom. Estou muito feliz pela vitória e principalmente por este prêmio extra para reforçar o caixa”, falou o natalense Marcelo Nunes, que já iniciou no surfe treinando os aéreos na Praia de Ponta Negra, em Natal (RN), inspirado principalmente em Joca Júnior, ex-campeão brasileiro e o primeiro “potiguar voador” da história.

Fonte: Waves.com.br (por: João Caarvalho)
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS