Outras Notícias

Veja os Comentários


19/05/2006-09:00:14
Oakley Pro Junior
 

A terceira edição do Oakley Junior Challenge foi finalizada nesta quinta-feira na praia do Félix, Ubatuba (SP).


Na categoria Sub-20, o potiguar Jadson André levou a melhor num duelo acirrado contra o local Hizunomê Bettero e o carioca Jorge Spanner.


A Sub-16 foi conquistada pelo paulista Miguel Pupo, que manteve a regularidade para deixar o carioca André Pastori em segundo e o local Matheus Toledo em terceiro.


O quarto e último dia de prova contou com ondas de até 1,5 metros.


Como a ondulação ainda tinha influência de Sudeste, poucas ondas abriam no Félix, o que dificultou a vida de muitos atletas.


Devido às condições lotéricas das ondas, o ranking contou com muitas alterações. O paulista Diego Santos saiu da incômoda 11a posição e finalizou a prova em sexto lugar.

Já o baiano Rudá Carvalho, que chegou a ser quinto colocado, despencou para a 13a posição. O mesmo aconteceu com o paulista Giancarlo Zampieri, terceiro melhor na abertura da prova e 14o colocado na lista final.


O campeão do Oakley Junior Challenge 2006 levaria um cheque de R$ 6 mil, mas, como Jadson ainda é amador, fica com 50% do prêmio.



“Estou muito feliz pela vitória. Consegui mostrar meu surf e, graças a Deus, as coisas foram dando certo durante a competição”, fala o potiguar de apenas 16 anos.


O defensor do título Hizunomê Bettero deu um verdadeiro show de surf no Félix e chegou muito perto do bi. Depois de dobrar um 8.50, o local de Ubatuba acertou uma porrada de frontside e um aéreo 360 na junção para arrancar nota 10 dos juízes.


“Fiz o que pude hoje, mas desta vez não deu. Vacilei no segundo dia de prova, dobrei uma onda errada na praia Grande e acho que isso influenciou muito”, fala Hizunomê, vice-campeão do Oakley Junior Challenge em 2004 no Rio de Janeiro (RJ) e campeão da prova em 2005 em Florianópolis (SC).


O carioca Jorge Spanner, terceiro colocado, mostrou muito talento durante toda a competição e quase conquista o título. Só não subiu ao topo do pódio porque faltou uma terceira nota boa no Félix.


“Estava muito concentrado para ganhar o campeonato, mas infelizmente perdi por pouco. Fiquei feliz porque todos gostaram do meu surf e me elogiaram bastante”, comenta Spanner, que está sem patrocínio.

Miguel Pupo, vencedor da Sub-16, era só alegria no pódio. “Agradeço a Deus por mais uma vitória em minha carreira. O campeonato foi muito bom e reuniu vários atletas de alto nível. Estou muito contente”, fala Miguel, filho do surfista profissional Wagner Pupo.


O carioca André Pastori também ficou satisfeito com a campanha no Oakley Junior Challenge. “Lutei bastante pelo título, mas o Miguel foi constante e mereceu a vitória. Estou feliz por ficar em segundo lugar”, revela Pastori.


Resultados

1 Jadson André (RN) 121.90
2 Hizunomê Bettero (SP) 120.60
3 Jorge Spanner (RJ) 118.00
4 Jefferson Silva (SP) 113.10
5 Alejo Muniz (SC) 104.10
6 Diego Santos (SP) 100.85
7 Charlie Brown (CE) 100.10
8 Tomas Hermes (SC) 98.25
8 Pablo Paulino (CE) 98.25
10 Wiggolly Dantas (SP) 97.75
11 Eduardo Rolins (RJ) 97.55
12 Patrick Tamberg (FN) 90.50
13 Rudá Carvalho (BA) 90.30
14 Giancarlo Zampieri (SP) 87.25
15 Wladimir Peres (SP) 49.40 (competiu em três dias)
16 John Max (RN) 37.40 (competiu em dois dias)


Sub-16
1 Miguel Pupo (SP) 109.80
2 André Pastori (RJ) 99.20
3 Matheus Toledo (SP) 92.10
4 Peterson Crisanto (PR) 91.80
5 Cauê Wood (SC) 71.15

fonte: waves.com
foto: Ader Oliveira
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS