Outras Notícias

Veja os Comentários


19/12/2006-07:02:22
Petrobrás
 

Por Maria Clara,

Click aqui para ver fotos do evento

Inesquecível ! Esta é a melhor palavra para descrever o segundo Festival Petrobras de Surf. Definitivamente, Petrobras, Rio, Barra da Tijuca e Surf são ingredientes inseparáveis para esta grande festa que fecha o ano do Surf e calendário obrigatório de final de ano. Tudo perfeito. Céu zul, quase verão, infra-estrutura montada grandiosa, surfistas de alto nível, imprensa, luau, público surpreendente e vibrante... e uma disputa acirrada ! O sistema Tag Team foi aprovadíssimo, com surfistas correndo para a troca com o companheiro de equipe (como numa corrida de revezamento), largando até prancha no mar... sem tempo a perder. Havia o curinga de cada equipe que dobrava os pontos da onda e bônus de 2 pontos para quem saísse primeiro: adrenalina e estratégia.

As ondas é que apareceram com mais força somente a partir de sábado, deixando as grandes emoções para o domingo , quando houve a semi-final e a final, o que exigiu dos surfistas o uso de todo o repertório e habilidade para o máximo proveito das ondas mostrando assim porque eram os donos da festa.

Das doze equipes iniciais, restaram na final quatro: Jubarte, com os cariocas Simão Romão, Andrea Lopes e o paulista Alex Leco; Espada, com o potiguar Danilo Costa, o carioca Phil Razjman e Suelen Ferreira (tentando o bi-campeonato), Marlin, dos cariocas Eduardo Bagé, Michelle des Boullons e o baiano Flavio Costa e a Albacora, com Suellen Naraísa, Thiago Mariano e Wilson Nora.

A disputa entre a Marlin e a Jubarte pelo primeiro lugar levantou o público com as manobras de Simão Romão e Flávio Costa, que chegaram a pegar duas ondas simultâneas que dividiram o olhar dos juízes. Com emoção e técnica,a tetra campeã do Super Surf Andrea Lopes diminuiu a diferença, mas coube ao Longboarder Eduardo Bagé fechar o espetáculo para a equipe Marlin. Jubarte em segundo, Albacora em terceiro e Espada em quarto. Todos campeões e premiados. O potiguar Danilo Costa e sua equipe não conseguiram o bi-campeonato, mas continuaram no pódio, fazendo bonito. O potiguar muito querido entre os cariocas por sua simpatia e agilidade, chegou a levantar a galera com algumas manobras. Disse que tem alguns mestres em Natal, e entre eles, citou com carinho o campeão potiguar Edu Elias, hoje líder da categoria Master do Estado.

Click aqui para ver fotos do evento

foto: Maria Clara
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS