Outras Notícias

Veja os Comentários


10/09/2003-17:25:27
SuperSurf
 

Em ótimas condições de ondas, foi iniciada nesta quarta-feira na Praia da Tiririca, a quarta e penúltima etapa do SuperSurf 2003. Um show de tubos marcou o primeiro dia da competição que vai até domingo na bela cidade de Itacaré, no sul da Bahia. O primeiro tubo valeu uma nota 9 e foi surfado logo na primeira bateria pelo carioca Ronnie Martins. Esta marca só foi superada pelo cearense André Silva, que recebeu uma nota 9,73 num tubo ainda mais profundo no sexto confronto do dia. Já o recorde de maior pontuação é do paraibano Otávio Lima, que tinha totalizado 14,90 pontos de 20 possíveis na disputa anterior. No feminino, a melhor apresentação foi a da líder do ranking Tita Tavares (CE), que pode garantir por antecipação o título brasileiro do SuperSurf 2003 se repetir a vitória conquistada no ano passado em Itacaré (BA).
"Fico feliz de estar brigando pelo título brasileiro de novo, principalmente depois das dificuldades que passei por falta de patrocínio e que nem todo mundo sabe como foi difícil pra mim", disse Tita Tavares, que neste ano venceu as etapas do SuperSurf realizadas em São Sebastião e Ubatuba, ambas no litoral paulista. "As ondas neste ano aqui estão bem melhores, com vários tubinhos e eu estou muito concentrada. Meu sonho sempre foi ter um carro e cada vez que passo ali perto da Saveiro nem olho direito pra ela pra não ficar secando ", contou Tita, refererindo-se ao prêmio oferecido aos campeões da temporada, a Volkswagen Saveiro SuperSurf, o carro oficial do Circuito Brasileiro de Surfe Profissional.

Com a vitória em sua estréia no SuperSurf de Itacaré, a baixinha cearense seguiu para disputar as duas primeiras vagas para as quartas-de-final contra a vice-líder do ranking, Suelen Naraisa (SP), além de Viviane Maria (RN) e Cláudia Gonçalves (SP). A terceira candidata ao título brasileiro, Silvana Lima (CE), também venceu com folgas a sua bateria e igualmente terá um duro confronto na segunda fase. Ela foi escalada na quarta bateria, cujas cabeças-de-chave são a tricampeã brasileira Andréa Lopes (RJ) e a vice-campeã mundial Jacqueline Silva (SC).

A SURPRESA DO DIA - Na quarta-feira só foi realizada a primeira fase feminina, mas a categoria masculina continuou com a segunda rodada à tarde e os dois primeiros classificados para a fase homem-a-homem foram o carioca Daniel Hardman e o paulista Renato Galvão, vencedor da segunda etapa do SuperSurf 2003 em Torres (RS). Os dois barraram o dono do primeiro recorde de Itacaré, Ronnie Martins (RJ), além de Edgar Bischof (SP). Mas, a grande surpresa do primeiro dia foi a eliminação do paulistano Renan Rocha, que ocupava o 11o. lugar na classificação geral e acabou derrotado logo na bateria inaugural do SuperSurf de Itacaré.

CAMPEÃO BRASILEIRO CHEGA ANTES PARA TREINAR MAIS - Já as principais estrelas, como os líderes do ranking Peterson Rosa (PR), Leonardo Neves (RJ) e Marcelo Trekinho (RJ), só estréiam na quarta fase. O número 1 Peterson ainda não em Itacaré, mas o vice-líder e atual campeão brasileiro Léo Neves já treina na Praia da Tiririca desde segunda-feira. "As ondas estão bem maiores do que ano passado, principalmente na maré cheia quando as condições ficam bem melhores do que na seca. Mesmo assim, tem altas ondas o dia inteiro", atestou Leonardo Neves, que vem de uma vitória na etapa passada, em Ubatuba (SP). "A expectativa é a melhor possível. No ano passado peguei altas ondas aqui, nesse ano minha prancha também está andando bem e o jogo está bom para mim", acredita Léo, prevendo mais uma grande disputa pelo título brasileiro do SuperSurf 2003.

"A final vai ser lá em Saquarema (RJ), onde eu moro, e espero me dar bem aqui para não ficar na pressão lá. Acredito que uma das coisas que fez eu ser campeão brasileiro no ano passado foi eu ter corrido por fora, sem sofrer a pressão de quem estava na frente do rankin. Eu só quero mesmo é poder surfar tranqüilo nos campeonatos como venho fazendo até agora, sem tanta pressão", é o desejo de Leonardo Neves, único que já ganhou duas Volkswagen Saveiro. A primeira veio com o título brasileiro no ano passado e a outra recebeu pela vitória na etapa do SuperSurf de Ubatuba, quando ainda se tornou o primeiro surfista a vencer três etapas desde a criação da divisão principal do Circuito Brasileiro de Surfe Profissional em 2000.

O SuperSurf 2003 é uma realização do Grupo Abril e ABRASP (Associação Brasileira de Surf Profissional) e tem como patrocinadores a Vokswagen Saveiro SuperSurf e TIM, com co-patrocínio da Garnier Fructis e apoio da Wagon, Bleat e Revista Hardcore. Esta quarta etapa ainda conta com o importante apoio da Prefeitura Municipal de Itacaré, Rádio Gabriela FM e ACERTI.

Fonte: João Carvalho
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS