Outras Notícias

Veja os Comentários


19/10/2007-11:01:25
Entrevista - Jadson
 

O campeão mundial junior e campeão brasileiro conta um pouco de sua história e garante presença na segunda etapa do Circuito Potiguar e nos Jogos Escolares (JERNs)


SurfByte: Fala um pouco de você. Quem é Jadson André?

Jadson André:Quem não me conhece deve pensar que sou meio metido, porque não sou uma pessoa muito aberta, quando não conheço as pessoas fico tímido, às vezes as pessoas têm uma visão diferente de mim, sempre quando eu conheço uma nova pessoa falam: poxa, pensei que você fosse metido, porque você mal fala com as pessoas, mais isso é só quando eu não conheço.


SurfByte:Como apareceu o surf na sua vida?

Jadson André: Eu ia ser jogador de futebol, eu já estava indo fazer o teste no ABC, isso eu tinha uns 7 anos, já estava tudo certo que eu ia ficar no centro de treinamento do ABC, eu tinha marcado o teste para um sábado às 6 da manhã, quando foi no dia, eu estava indo com um primo, mas chovia muito, então achamos que não ia ter ninguém, e voltamos no meio do caminho, quando eu cheguei em casa, meu tio que surfa até hoje, estava indo para a praia, daí eu fui junto com ele. Depois desse dia não parei mais.



SurfByte:Uma vez saiu um boato de que vc sairia da OAKLEY e cheguei a te questionar sobre a notícia e vc foi bem claro “Só saiu no dia que ELES não me quiserem mais”. Como é sua relação com a OAKLEY?

Jadson André: Eu lembro bem disso (risos) e repito, só saio da Oakley quando eles não me quiserem mais. Eu e os outros atletas da oakley têm o privilégio de poder trabalhar na marca, eu acho que nenhuma outra marca trata seus atletas tão bem quanto a oakley. Eu ja estou há 6 anos na marca e acredito que isso ainda vai durar bastante. O Pinga que é o chefe de marketing, ele que trabalha comigo, quer ver minha viagens, quais competições vou participar, está sempre corrigindo nossos erros dentro e fora d’água, eu tenho certeza que irei perder muito se um dia sair da oakley.



SurfByte:Quais as pessoas e marcas que te ajudaram no início de sua carreira?

Jadson André: Danilo Costa, Aldemir Calunga, Marcelo Nunes além de minha família. Esses três primeiros foram muito importante para mim no começo de tudo, o Marcelo me deu minha primeira prancha nova de surf, depois disso o Calunga ficou trabalhando comigo, arrumou meus primeiros patrocínios, Smolder depois Fico, Pranchas Radical, mais antes disso tudo tive o apoio da WAve Tattoo e Elclides Moveis, que sempre me dava uma grana para os campeonatos. O Danilo foi que deu todo apoio para eu entrar na Oakley, ele que arrumou tudo. Se eu nao tivesse tido todos esses apoios no começo acho que eu não teria conseguido nada, e minha família depois de um tempo passou a ser meus principais incentivadores.



SurfByte:Vc já foi atleta das pranchas Radical. Fala um pouco desse relacionamento com a Radical

Jadson André: Quando eu tinha uns 12 anos, eu trabalhei com o Ronaldo (Barreto), ele chegou a fazer umas pranchas para mim e fez com que eu evoluísse muito com as pranchas dele. Ele também foi muito importante para meu desenvolvimento no começo de tudo.



SurfByte:Em 2007 vc venceu duas categorias no Brasileiro, Foi campeão mundial Junior, destaque em etapas do WQS. foi o melhor ano de surf da sua vida?

Jadson André: Esse ano para mim, sem dúvidas, está sendo o melhor ano de todos. Consegui ser campeão mundial junior, bi-campeão brasileiro junior, campeão brasileiro open, 9º lugar no WQS 6 estrelas do Santinho, segundo lugar no WQS da Virgínia (EUA). Espero que ano que vem eu consiga alcançar meus objetivos mais uma vez, e espero fazer meu melhor resultado de WQS 6 estrelas nesse campeonato que estou agora (Maresia Surf Internacional – Santa Catarina – 16 a 21/outubro).



SurfByte:Nas suas primeiras vitórias fora do RN comecei a te apelidar de “pequeno potiguar”. Hoje não posso mais pela sua estatura. O que mais mudou no Jadson André de 2003/2004 para esse de agora, além da altura?

Jadson André: É verdade (risos), antes você só me chamava de pequeno potiguar nas suas matérias. Realmente eu cresci bastante de 2 anos para cá, também fiquei mais responsável, morei um ano sozinho em São Paulo e isso pra mim foi uma evolução geral, muito importante que servirá para toda minha vida. Evolui bastante meu surf, meu modo de agir, minha maneira de tratar as pessoas, e também antes eu não dava ouvidos para o que as pessoas mais velhas falavam, mas hoje eu vejo que tudo que eles falavam sempre foi para meu bem. Antes as pessoas quando vinham falar besteira para mim, eu ficava batendo boca, discutindo, mas hoje em dia não, invento logo uma desculpa para sair fora da discussão. Espero continuar evoluindo como pessoa e como surfista também.



SurfByte:Quais os planos para 2008? Ainda compete como amador?

Jadson André: Em 2008 vou virar profissional, já conquistei todos os títulos possíveis como amador, agora quando virar profissional, é outra coisa, o nível aumenta bastante. Quero viajar para os picos que rolam o WCT, surfar as ondas que desejo, porque se eu conseguir mesmo entrar no WCT, as ondas serão muito diferentes, fortes, buracos, água gelada...quero está muito bem preparado. Também pretendo estudar inglês, quero está falando inglês fluentemente para encarar o circuito. Próximo ano quero viajar, correr algumas etapas do WQS para que em 2009 entre com tudo para ganhar minha vaga no WCT.



SurfByte:O Brasileiro Amador de 2008 pode ter a presença de Jadson?

Jadson André: Se eu estiver sem competições na data que for rolar alguma etapa do brasileiro amador, eu não vejo problema de ir e tentar ajuda o RN a vencer mais uma vez o brasileiro. mesmo se a pessoa for profissional e tiver até 18 anos pode competir o brasileiro amador.



SurfByte:Você é uma pessoa muito determinada. O nordestino amador de 2006 vc me falou pelo MSN que iria levar as duas motos e cumpriu. Qual a sua próxima promessa?

Jadson André: Quando eu quero alguma coisa eu corro atrás e faço de tudo para conseguir e vou fazer de tudo para está no WCT no máximo até 2011, não vai ser fácil, mas quando eu quero alguma coisa... Vou dá o “gás” para está no WCT em 2011.



SurfByte:Percebi que vc não deixa de acessar o site da SurfByte onde quer que esteja. Deixa uma mensagem para a galera.

Jadson André: Galera, o SurfByte é um dos melhores site de surf do brasil, sempre quando eu entro na Internet é o primeiro site que eu abro. Sempre tem noticias do surf do nosso estado e de tudo no nordeste. Quando estou viajando, o que me deixa informado sobre o surf do nordeste é o SurfByte. Sempre vejo o calendário, os resultados das competições, mando mensagem para meus amigos competidores, etc... cada vez mais o site está melhor. Se alguém tem alguma dúvida, sobre o surf do nordeste, pode procurar saber no SurfByte, se não tiver entra em contato com o Grande Jeronimo Vilar (risos). Valeu



 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS