Outras Notícias

Veja os Comentários


13/09/2003-21:15:47
Super Surf
 

Numa tarde de disputas emocionantes na Praia da Tiririca, foram definidos os primeiros finalistas da categoria masculina da quarta e penúltima etapa do SuperSurf 2003. A primeira vaga nas semifinais foi conquistada pelo carioca Alexandre Almeida, que com notas 9 e 8 registrou a maior pontuação do sábado em Itacaré. Victor Ribas (RJ) superou Flávio Costa, tirando o último baiano da competição. E o carioca Anselmo Correia venceu a terceira quarta-de-final, que fechou o penúltimo dia do SuperSurf de Itacaré. Na bateria, ele derrotou o pernambucano Sávio Carneiro, que vinha de uma bela vitória sobre o tricampeão brasileiro e atual líder do ranking Peterson Rosa (PR), quando vingou a derrota sofrida na grande final da primeira etapa da temporada, em São Sebastião (SP). A última quarta-de-final na Bahia será disputada entre os paulistas Renato Galvão e Tadeu Pereira às 7h30 horas da manhã deste domingo em Itacaré. Na seqüência serão realizadas as duas semifinais femininas, depois a competição ficará paralisada durante a maré seca, retornando às 14 horas com as semifinais masculinas e as baterias decisivas. Uma vitória na categoria masculina vale uma Volkswagen Saveiro SuperSurf, o carro oficial do Circuito Brasileiro de Surf Profissional, enquanto na feminina a campeã leva 5.000 reais em dinheiro.

As quartas-de-final femininas abriram o penúltimo dia do SuperSurf de Itacaré e as cearenses Tita Tavares e Silvana Lima continuam disputando o título brasileiro da temporada. A número 1 Tita derrotou a potiguar Alcione Silva registrando novamente a maior pontuação na Praia da Tiririca. E a nova vice-líder do ranking Silvana Lima barrou a vice-campeã mundial Jacqueline Silva (SC) para conquistar a última vaga nas semifinais. Agora, Tita enfrenta Alessandra Vieira e Silvana pega outra surfista de Saquarema (RJ), Taís de Almeida, na disputa que define as duas finalistas desta penúltima etapa do SuperSurf 2003. Devido a maré seca, a competição foi paralisada, sendo marcada uma chamada para iniciar as emocionantes e decisivas oitavas-de-final masculinas às 12 horas, com chance ainda do sábado ser fechado já com os quatro finalistas definidos.

SUPERSURF 2003


Quartas-de-final femininas:

01)- Tita Tavares (CE) 13,00 x 7,56 Alcione Silva (RN)
02)- Alessandra Vieira (RJ) 6,17 x 5,44 Francisca Pereira (SP)
03)- Taís de Almeida (RJ) 9,33 x 3,07 Cláudia Gonçalves (SP)
04)- Silvana Lima (CE) 10,14 x 10,03 Jacqueline Silva (SC)

Oitavas-de-final masculinas:

01)- Odirlei Coutinho (SP) x Raphael Becker (SC)
02)- Eric Miyakawa (SP) x Alexandre Almeida (RJ)
03)- Fábio Gouveia (PB) x Victor Ribas (RJ)
04)- Flávio Costa (BA) x Wilson Nora (BA)
05)- Peterson Rosa (PR) x Sávio Carneiro (PE)
06)- Dunga Neto (CE) x Anselmo Correia (RJ)
07)- Renato Galvão (SP) x Otávio Lima (PB)
08)- Maicon Rosa (PR) x Tadeu Pereira (SP)

No masculino, a disputa do título brasileiro continua com mais candidatos do que na categoria feminina. Se repetir a vitória conquistada no SuperSurf de Itacaré no ano passado, Tita Tavares já garante por antecipação as chaves de uma Parati Cross-Over zero quilômetro da Volkswagen, que patrocina o SuperSurf 2003 junto com a TIM.

As únicas concorrentes campeã brasileira da primeira edição do SuperSurf em 2000, são a também cearense Silvana Lima e a paulista Suelen Naraisa, que perdeu para Tita e Cláudia Gonçalves (SP) logo em sua estréia na Praia da Tiririca. Claudinha não conseguiu repetir suas apresentações anteriores e foi eliminada pela vice-campeã brasileira Taís de Almeida nas quartas-de-final. Taís agora vai reviver com Silvana Lima as muitas finais em que já se defrontaram nas semifinais em Itacaré.

Numa disputa muita acirrada, Silvana derrotou a catarinense Jacqueline Silva na última bateria feminina, antes da paralisação devido à maré seca. As condições não estavam tão boas na Praia Tiririca e por décimos - 10,14 x 10,03 pontos - a cearense assumiu a vice-liderança no ranking do SuperSurf 2003 com a classificação para as semifinais. Também por uma pequena diferença, Alessandra Vieira ganhou da ubatubense Francisca Pereira - 6,17 x 5,44 pontos - o confronto pela vaga para enfrentar a defensora do título em Itacaré, Tita Tavares.

O surfe feminino também deve abrir o último dia da passagem dos melhores surfistas do Brasil na única etapa nordestina do SuperSurf 2003. Tita pode comemorar a conquista do seu segundo título brasileiro por antecipação como a tricampeã brasileira Andréa Lopes (RJ) no ano passado. Além da decisão masculina, que deve ser igualmente emocionante nesta reta final do Circuito Brasileiro de Surf Profissional, cuja última etapa será disputada entre os dias 22 e 26 de outubro no "Maracanã" do surfe nacional, a Praia de Itaúna, em Saquarema (RJ).
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS