Outras Notícias

Veja os Comentários


28/12/2007-18:09:25
Super Surf 2008
 

28/dez/07 - Por João Carvalho


Temporada começa com muitas novidades em março na Praia da Joaquina


O niteroiense Guilherme Sodré foi o último nome a ser confirmado na nova elite do surfe nacional, que teve seu grupo reduzido porque em 2008 o SuperSurf vai voltar a utilizar o formato do WCT, com 46 surfistas na categoria masculina e 16 na feminina. Sodré é um dos doze atletas que nunca fizeram parte do seleto grupo da Divisão Principal do Circuito Brasileiro de Surf Profissional, que está recheada de novidades para o ano que vem.



A temporada de caça aos títulos brasileiros de 2008 começa em março na Praia da Joaquina, em Florianópolis (SC), depois visita outro palco que não recebe o SuperSurf desde 2004, a Praia do Cupe, em maio em Ipojuca (PE). Aí vem a fase paulista com as etapas de Ubatuba em julho na Praia de Itamambuca e a de São Sebastião em setembro na Praia de Maresias, com a grande final novamente confirmada para a Barra da Tijuca, prevista para novembro na capital do Rio de Janeiro.



Depois de reinar absoluto com o maior contingente desde a criação do SuperSurf no ano 2000, o estado de São Paulo sofreu dez baixas em 2007 e a equipe masculina passa a ser apenas a quarta força na nova elite nacional com sete surfistas e três na feminina. O Rio de Janeiro agora terá a maior representatividade nas duas categorias, com dez atletas na masculina e cinco na feminina.



O Ceará também se destacou principalmente nos rankings regionais e estaduais classificatórios para o SuperSurf 2008, conseguindo vagas por todo lado para atingir nove surfistas no masculino, com Tita Tavares buscando o tetracampeonato no feminino. O último a garantir entrada foi Itim Silva na grande final do Circuito Nordestino e será a novidade do time cearense junto com Márcio Farney, que ganhou a vaga do ranking estadual de Santa Catarina, onde mora, enquanto Angelino Santos que reside no Rio de Janeiro foi garantir a sua pelo Circuito Regional do Sudeste.



NOVIDADES NA ELITE - Outro grupo masculino que também ultrapassou o número de paulistas na elite do SuperSurf 2008 foi o de Santa Catarina, que competirá com oito atletas apresentando como novidade Davi de Jesus. Os outros que nunca fizeram parte da lista de integrantes da Divisão Principal do Circuito Brasileiro são os cearenses Itim Silva e Márcio Farney citados acima, o carioca Igor Morais e o niteroiense Guilherme Sodré, o paranaense Péricles Dimitri e o gaúcho Robson Gobbato.



As demais novidades são na categoria feminina, que sofreu grande renovação para 2008 com a entrada da paraibana Diana Cristina, da pernambucana Monik Santos, da paranaense Nathalie Martins, da carioca Gabriela Teixeira e da paulista Luana Coutinho. Confira abaixo a relação completa dos 46 integrantes da categoria masculina e das 16 da feminina que disputarão os títulos brasileiros no SuperSurf 2008, inclusive destacando os atletas de cada um dos doze estados que estarão representados na nova elite do surfe nacional.



CALENDÁRIO DO SUPERSURF 2008:



1.a etapa: 05 a 09 de março – Praia da Joaquina, Florianópolis (SC)

2.a etapa: 14 a 18 de maio – Praia do Cupe, Porto de Galinhas, Ipojuca (PE)

3.a etapa: 09 a 13 de julho – Praia de Itamambuca, Ubatuba (SP)

4.a etapa: 10 a 14 de setembro – Praia de Maresias, São Sebastião (SP)

5.a etapa: 05 a 09 de novembro – Barra da Tijuca, Rio de Janeiro (RJ)



ELITE MASCULINA DO SUPERSURF 2008:



Os 24 mantidos pelo ranking de 2007 (pela ordem):

O bicampeão brasileiro Renato Galvão (SP), Marco Polo (SC), Marcelo Trekinho (RJ), Wagner Pupo (SP), André Silva (CE), Flávio Costa (BA), Odirlei Coutinho (SP), Simão Romão (RJ), Guilherme Herdy (RJ), Guga Arruda (SC), Daison Pereira (RS), Jano Belo (PB), Peterson Rosa (PR), Beto Fernandes (SP), Gustavo Fernandes (RJ), Hizunomê Bettero (SP), Pedro Norberto (SC), Danilo Costa (RN), William Cardoso (SC), Ricardo Ferreira (SP), Pedro Muller (RJ) e Lucinho Lima (CE), com Wilson Nora (BA) e Thiago de Souza (CE) herdando as vagas de Jihad Kohdr (PR) e Heitor Alves (CE) que entraram no WCT e pelas regras da ASP não podem mais competir no Circuito Brasileiro.



Os 11 classificados pela Divisão de Acesso do Circuito Brasileiro:

Messias Félix (CE), Paulo Moura (PE), Adilton Mariano (CE), Fábio Silva (CE), Thiago Bianchini (SC), Yuri Sodré (RJ), Davi de Jesus (SC), Jean da Silva (SC), Bruno Santos (RJ), Igor Morais (RJ) e Leandro Bastos (RJ).



Os 11 indicados pelos rankings dos Circuitos Regionais e Estaduais:

Diego Rosa (SC) pelo Circuito Sul-Brasileiro 2007

Márcio Farney (CE) pelo Circuito Catarinense da FECASURF

Péricles Dimitri (PR) pelo Circuito Paranaense da FPSURF

Robson Gobbato (RS) pelo Circuito Gaúcho da FGS

Angelino Santos (CE) pelo Circuito Regional Sudeste 2007

Guilherme Sodré (RJ) pelo Circuito Estadual do Rio de Janeiro da FESERJ

Saulo Junior (SP) pelo Circuito Paulista da FPS

Michel Grattz (ES) pelo Circuito Capixaba Profissional

Itim Silva (CE) pelo Circuito Nordestino Profissional

Bruno Galini (BA) pelo Circuito Nordestino Profissional

Fabrício Junior (RN) pelo Circuito Nordestino Profissional



ELITE FEMININA DO SUPERSURF 2008:



As 10 mantidas pelo SuperSurf 2007 (pela ordem):

A tricampeã brasileira Tita Tavares (CE), Suelen Naraisa (SP), Alcione Silva (RN), Krisna de Souza (RN), Bruna Schmitz (PR), a tetracampeã Andréa Lopes (RJ), Cláudia Gonçalves (SP), Taís de Almeida (RJ), Juliana Quint (SC) e Juliana Guimarães (RJ).



As 6 indicadas pela Divisão de Acesso:

A campeã Diana Cristina (PB), Monik Santos (PE), Nathalie Martins (PR), Gabriela Teixeira (RJ), Luana Coutinho (SP) e a campeã brasileira de 1998 Brigitte Mayer (RJ).



ELITE DO SUPERSURF 2007 DIVIDIDA POR ESTADOS:



RIO DE JANEIRO – 14 surfistas – 10 no masculino e 4 na feminina:



Marcelo Trekinho (4.o), Simão Romão (10.o), Guilherme Herdy (11.o), Gustavo Fernandes (17.o) e Pedro Muller (23.o) ficaram entre os top-24 mantidos pelo SuperSurf 2007. Bruno Santos (60.o) e Leandro Bastos (59.o) confirmaram suas permanências entre os 11 que subiram pela Divisão de Acesso, que também garantiu a volta de Yuri Sodré e Igor Moraes, que será a novidade do Rio de Janeiro junto com o niteroiense Guilherme Sodré, que ganhou a vaga do ranking estadual.



No Feminino, a tetracampeã Andréa Lopes, Taís de Almeida e Juliana Guimarães terminaram entre as 10 que ficaram pelo SuperSurf e Gabriela Teixeira foi a novidade entre as 6 indicadas pela Divisão de Acesso, lista que foi fechada pela mais experiente da elite, a campeã brasileira de 1998, Brigitte Mayer.



CEARÁ – 10 surfistas – 9 no masculino e 1 na feminina:



Aproveitou bem os rankings de acesso para manter um forte time em 2008, que não terá mais o classificado para o WCT, Heitor Alves, com sua vaga entre os 24 mantidos pelo SuperSurf 2007 passando a ser ocupada por outro cearense, Thiago de Souza (26.o no ranking). André Silva (6.o) e Lucinho Lima (24.o) também ficaram neste grupo, com Messias Félix (55.o), Adilton Mariano (39.o) e Fábio Silva (40.o), garantindo suas permanências entre os 11 da Divisão de Acesso.



Mas, os cearenses ainda foram buscar vagas nos rankings das outras competições classificatórias para o SuperSurf. Márcio Farney ganhou a do Circuito Catarinense, Angelino Santos foi o melhor do Regional Sudeste e Itim Silva entrou pelo Nordestino só ficando atrás do campeão do circuito, Messias Félix. A agora tricampeã brasileira Tita Tavares completa o time cearense em 2008.



SÃO PAULO – 10 surfistas – 7 no masculino e 3 na feminina:



O bicampeão brasileiro do SuperSurf e da Divisão de Acesso e ainda bicampeão paulista em 2007, Renato Galvão, comanda o desfalcado time de São Paulo na elite de 2008, com Wagner Pupo (5.o), Odirlei Coutinho (8.o), Beto Fernandes (16.o), Hizunomê Bettero (18) e Ricardo Ferreira (22). Nenhum entrou nos 11 da Divisão de Acesso e Saulo Junior completou a equipe com a vaga do Circuito Paulista, mas sete sairam da elite, com destaque para o vice-campeão do primeiro SuperSurf em 2000, Tadeu Pereira, um dos poucos a já defender o Brasil na elite do WCT.



Feminino – 3 – a vice-campeã brasileira Suelen Naraisa e Cláudia Gonçalves ficaram entre as 10 mantidas pelo SuperSurf 2007 e Luana Coutinho será a novidade do trio paulista com a classificação na última etapa da Divisão de Acesso, com três saindo da elite para 2008.



SANTA CATARINA – 9 surfistas – 8 no masculino e 1 na feminina:



Marco Polo viveu um grande ano ao igualar a melhor posição de um catarinense no ranking brasileiro, repetindo o terceiro lugar conseguido por David Husadel em 1989 e 1990, além de unificar os títulos de campeão catarinense e sul-brasileiro. Guga Arruda retornou ao seleto grupo dos top-16 da ABRASP no SuperSurf 2007, que também confirmou a permanência de Pedro Norberto (19.o) e do “Estreante do Ano”, William Cardoso (21.o). Os também jovens Thiago Bianchini e Jean da Silva garantiram as suas pela Divisão de Acesso que confirmou a novidade catarinense para 2008, Davi de Jesus. O ranking estadual acabou classificando o cearense Márcio Farney, mas Diego Rosa garantiu mais um ano na elite novamente pelo Circuito Sul-Brasileiro. Já no Feminino, o time catarinense sofreu quatro baixas e só terá Juliana Quint entre as 16 integrantes do SuperSurf 2008.



PARANÁ – 4 surfistas – 2 no masculino e 2 na feminina:



O tricampeão brasileiro Peterson Rosa honrou o convite da Abril para o SuperSurf 2007 confirmando sua vaga com um 15.o lugar no ranking, mas seu irmão Maicon saiu da elite, Jihad Kohdr foi para o WCT e o time paranaense só terá mais o professor de surfe de Matinhos, Péricles Dimitri, campeão estadual logo no início do ano. No feminino, Bruna Schmitz estreou em quinto no ranking e em 2008 o Paraná terá outro talento da nova geração, Nathalie Martins, para substituir a saída de Priscila Barcik.



RIO GRANDE DO NORTE – 4 surfistas – 2 no masculino e 2 na feminina:



Danilo Costa venceu a etapa de Maresias para confirmar sua permanência no SuperSurf e Fabrício Júnior retornou a elite pelo ranking do Circuito Nordestino, com o time potiguar sendo completado por Alcione Silva e Krisna de Souza no Feminino. O ex-campeão brasileiro Joca Júnior foi a grande baixa do Rio Grande do Norte para o SuperSurf 2008.



BAHIA – 3 surfistas no masculino:



O ilheense Flávio Costa mais uma vez comandou o time baiano com um sétimo lugar no SuperSurf 2007 e Wilson Nora ganhou uma vaga entre os 24 que ficaram na elite com a classificação de Jihad Kohdr para o WCT, mas o ex-bicampeão brasileiro Jojó de Olivença e mais dois baianos que já representaram o Brasil no WCT, Armando Daltro e Crhistiano Spirro, sairam da Divisão Principal do Circuito Brasileiro, com Bruno Galini só confirmando sua permanência pelo ranking nordestino finalizado na Bahia.



PARAÍBA – 2 surfistas – 1 no masculino e 1 na feminina:



O bicampeão brasileiro Fábio Gouveia perdeu a vaga na lista dos 24 mantidos pelo SuperSurf 2007 na última etapa, mas será o primeiro a ser chamado para substituir alguma ausência dos top-46 em 2008. No entanto, a Paraiba segue bem representada por Jano Belo, 14.o no ranking deste ano e terá o grande reforço de Diana Cristina, campeã brasileira da Divisão de Acesso que faturou muitos outros títulos na despedida da carreira amadora em 2007.



PERNAMBUCO – 2 surfistas – 1 no masculino e 1 na feminina:



Paulo Moura garantiu seu retorno ao SuperSurf com vitória na última etapa da Divisão de Acesso em Saquarema, mas depois de estar na elite do surfe brasileiro desde a sua criação no ano 2000, Sávio Carneiro acabou perdendo sua vaga junto com Pedro Lima. Para compensar, Pernambuco agora também terá uma representante na categoria feminina, Monik Santos.



RIO GRANDE DO SUL – 2 surfistas no masculino:



O agora pentacampeão gaúcho Daison Pereira foi o 13.o melhor surfista do Brasil em 2007 e no ano que vem representará o Rio Grande do Sul junto com o jovem Robson Gobbato, que ganhou a vaga do ranking estadual para substituir Pedro Gross no SuperSurf 2008.



ESPIRITO SANTO – 1 surfista no masculino:



Michel Grattz conseguiu retornar a elite do SuperSurf pelo inédito Circuito Capixaba Profissional que garantiu uma vaga para o Espirito Santo, que já havia perdido sua única representante na Divisão Principal do Circuito Brasileiro, Yries Pereira no Feminino.



CAMPEÕES BRASILEIROS E DAS OUTRAS COMPETIÇÕES DA ABRASP EM 2007:



RENATO GALVÃO (SP) – Campeão Brasileiro do SuperSurf 2007

TITA TAVARES (CE) – Campeã Brasileira do SuperSurf 2007

RENATO GALVÃO (SP) – Campeão Brasileiro da Divisão de Acesso

DIANA CRISTINA (PB) – Campeã Brasileira da Divisão de Acesso

ROGER BARROS (RJ) – Campeão Brasileiro de Longboard

MAINÁ THOMPSON (RJ) – Campeã Brasileira de Longboard



MARCO POLO (SC) – Campeão do Circuito Regional Sul-Brasileiro 2007

ANGELINO SANTOS (CE) – Campeão do Circuito Regional Sudeste 2007

MESSIAS FÉLIX (CE) – Campeão do Circuito Nordestino de 2007



RENATO GALVÃO (SP) – Campeão Paulista Profissional de 2007

GUSTAVO FERNANDES (RJ) – Campeão Estadual do Rio de Janeiro em 2007

MARCO POLO (SC) – Campeão Catarinense Profissional de 2007

DAISON PEREIRA (RS) – Campeão Gaúcho Profissional de 2007

PÉRICLES DIMITRI (PR) – Campeão Paranaense Profissional de 2007

MICHEL GRATTZ (ES) – Campeão Capixaba Profissional de 2007



João Carvalho - Assessoria de Imprensa do SuperSurf - (48) 3248-3732 - joaocarvalho@matrix.com.br
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS