Outras Notícias

Veja os Comentários


19/09/2003-16:55:30
Notícias
 

Os surfistas locais de lugares como Nova Inglaterra, Nova Jersey, Porto Rico e Flórida (EUA) têm bons motivos para comemorar. Os furacões que costumam atingir essas regiões nesta época do ano não estão negando fogo.

Na Flórida, por exemplo, os surfistas sempre esperam ansiosamente por essas tempestades. Kelly Slater, que é local de lá, sabe bem o que é esperar por essas tormentas.

Três Estados norte-americanos - Carolina do Norte, Maryland e Virginia - declararam alerta de emergência por causa da aproximação do furacão Isabel, que chega hoje ao litoral dos Estados Unidos, segundo notícia do site Terra.

A costa leste do país pode ser atingida por chuvas torrenciais e ventos de até 168 km/h. Está previsto que o centro do Isabel alcance a terra no leste da Carolina do Norte hoje, por volta das 12 horas (15h de Brasília).

As autoridades esportivas do país também estão modificando horários e locais de partidas de vários esportes por causa do Isabel, mas os surfistas devem estar ansiosos por sua chegada.

O Isabel está na categoria 2 da escala Saffir-Simpson, que mede o poder destrutivo de furacões e vai até 5.

Furacões da categoria 2 podem danificar casas e telhados, derrubar linhas de transmissão de energia e antenas de sinal de telefone celular, além de bloquear estradas com árvores e postes derrubados.

O furacão Fabian proporcionou altas ondas na Nova Inglaterra, local onde não há ondas boas durante pelo menos 355 dias do ano.

Essa aberração da natureza trouxe estragos a diversos locais por onde passou, mas em compensação proporcionou altas no país, com ondas de 2 metros sólidos. Keith Malloy foi um dos surfistas que prestigiaram as raras ondas galesas.

No último dia 5 alguns surfistas desfrutaram da força de uma tempestade que atingiu escala 4, o que acarreta ventos de mais de 150 km/h e ondas de 20 a 40 pés (6 a 12 metros) no oceano.

Em Porto Rico a rapaziada tirou dos armários as "guns" em torno de 7'4" e desfrutaram de altas ondas em um "outereef" de esquerda.

Na costa de Nova Jersey o local Wes Laine e seu amigo Mark Healey fizeram um tow-in em um secret spot com ondas sólidas e tubulares de 2 metros.
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS