Outras Notícias

Veja os Comentários


29/09/2003-10:26:44
WQS
 

Dois surfistas que estão bem próximos de reconquistar seus lugares na elite mundial do ASP World Championship Tour (WCT) fazem parte da lista dos seis convidados para entrarem como cabeças-de-chave no Onbongo Pro Surfing, penúltimo evento de nível máximo 6 estrelas do World Qualifying Series (WQS) 2003, nos dias 04 a 09 de novembro novamente na Praia Mole, em Florianópolis (SC). O potiguar Marcelo Nunes e o paulistano Renan Rocha perderam suas vagas no ano passado e atualmente ocupam, respectivamente, a 13a. e a 19a. posições no ranking que define os quinze atletas que vão fechar a relação dos 42 integrantes da divisão principal do Circuito Mundial em 2004. Os dois foram escolhidos pela ASP South America e a Onbongo indicou três surfistas patrocinados pelo seu grupo de marcas - Yuri Sodré (RJ) da Onbongo e Beto Fernandes (SP) e Ricardo Azevedo (RS) da Local Motion. A lista é completada por Ricardo Ortiz (SC), que também faz parte da equipe Onbongo e recebeu o convite da Federação Catarinense de Surf (FECASURF) por estar liderando o ranking estadual.



O Onbongo Pro Surfing será decisivo principalmente para os surfistas brasileiros que ainda sonham em participar do milionário WCT no ano que vem e também na disputa do título mundial do WQS, que é liderado por outro atleta da fortíssima equipe Onbongo de competição, o catarinense Neco Padaratz.
"Eu acredito, e o Neco também, que como o evento será realizado na casa dele, aumentam as chances da conquista de uma vitória para igualar com as três do seu principal concorrente, o australiano Trent Munro", conta Mauro Ribeiro, diretor-presidente da Onbongo, principal patrocinadora do maior evento do Mundial WQS na América do Sul.

"Ele está muito equilibrado e principalmente muito feliz com o nosso patrocínio. Eu também estou realizado com tudo o que ele vem mostrando e começar com o Neco sendo campeão do WQS será um grande passo para o título mundial do WCT. Porém, não fazemos qualquer tipo de pressão, pois confiamos no potencial do Neco. Vamos apenas deixar ele trabalhar, porque com a capacidade dele os resultados vão acontecer normalmente".

Mauro Ribeiro também não mediu esforços para reeditar o evento que foi grande sucesso no ano passado. O Onbongo Pro Surfing oferece 125.000 dólares em prêmios e vale 2.500 pontos no ranking do WQS. "Estou bancando quase sozinho o evento neste ano, pois a maioria dos apoiadores do ano passado acabou entrando na etapa do WCT que será realizada na semana anterior também em Floripa. Mas não podia fugir do meu objetivo, que é o de dar chances para que mais brasileiros possam entrar na elite mundial".

Já sobre a relação dos convidados, Mauro Ribeiro esclareceu que a escolha foi em conjunto com a ASP South America. "Por estar patrocinando quase 100% do evento, escolhi atletas do meu grupo de marcas, mas aprovei totalmente a indicação do Renan Rocha e do Marcelo Nunes pela ASP South America, pois com eles entrando como cabeças-de-chave podem até garantir suas vagas aqui no Brasil. Se isso realmente ocorrer, confesso que ficarei muito feliz por ter contribuído", disse Mauro.

Com o vice-campeonato no 6 estrelas do Japão, o potiguar Marcelo Nunes alcançou uma posição mais tranquila na tabela, mas o paulistano Renan Rocha ainda não ingressou na lista dos quinze primeiros colocados, grupo que têm vaga garantida na elite mundial do WCT.

"Falei pessoalmente com o Mauro, porque tenho dois resultados fracos para trocar e passando umas duas baterias na Praia Mole praticamente garanto o meu retorno", contou Renan Rocha. "Fiquei muito feliz por ter sido um dos convidados da ASP South America, porque o Onbongo Pro Surfing se tornou fundamental para nós brasileiros, já que perdemos dois eventos do WQS neste ano".

E a expectativa dos organizadores é de que o Onbongo Pro Surfing 2003 seja ainda melhor do que no ano passado. "O objetivo do Mauro é dar mais atenção ainda aos atletas, que são a grande atração do evento", confirma Bira Schauffert, responsável pela produção do evento.

"Já estamos com quase tudo pronto e a grande novidade para os atletas é que teremos até ressonância magnética na área médica, que ainda terá mais fisioterapeutas e massagistas para prestarem o melhor atendimento possível aos surfistas. Além disso, eles terão uma área de concentração maior, mais segura, mais confortável e ainda computadores com internet online", adiantou Bira, que também ficou feliz com a indicação do catarinense Ricardo Ortiz como um dos convidados.

"Por acaso, ele é um atleta da Onbongo, mas o critério da escolha da FECASURF era dar o convite para o líder do ranking profissional. O Ricardo é um catarinense nato, um grande valor da nova geração do nosso estado, é local da Praia Mole e com certeza irá representar muito bem a FECASURF, o estado de Santa Catarina e toda a comunidade local", aprovou Schauffert.

O diretor-regional da ASP South America, Roberto Perdigão, também enaltece a reedição do Onbongo Pro Surfing. "Por ser a penúltima etapa de nível 6 estrelas da temporada, um número recorde de atletas das mais diversas nacionalidades virão competir em Florianópolis. Uns na luta por uma vaga entre os top 15 e outros vêm atrás de pontos no ranking com o objetivo de melhorar a posição no "seeding" para 2004.

"Toda a comunidade do surfe nacional e mundial deve reconhecer e enaltecer a iniciativa da Onbongo, uma marca 100% brasileira, pelo fato de estar nos dando esta oportunidade, mantendo o compromisso assumido no ano passado, quando o Mauro e toda a sua equipe foram impecáveis na execução da primeira edição do evento".

"Fico também bastante feliz pelo fato do Brasil, através do Neco Padaratz, poder conquistar seu sexto título mundial do WQS por antecipação neste evento, o que evidencia o alto nível técnico dos surfistas brasileiros. No mais, ficam os votos para que o Renan Rocha e o Marcelo Nunes possam usufruir da melhor forma este convite de wild card e, com certeza, eu e milhões de brasileiros vamos estar torcendo por eles e para que o Onbongo Pro Surfing seja novamente um evento inesquecível", descreveu Roberto Perdigão.
 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS