Outras Notícias

Veja os Comentários


17/11/2008-08:18:13
Nordestino PRO
 

Texto: Chico Padilha
Foto: Chagas

Prova finaliza Nordestino e Brasileiro de Acesso distribuindo vinte mil reais

A exemplo de em 2005, ano no qual foi campeão Nordestino de Surf Profissional, o cearense Edvan Silva, líder da temporada após oito etapas, está garantindo vaga na elite nacional SuperSurf, a elite nacional. Mas desta vez ele se beneficia do regional, de forma inédita, estar valendo pontos para a Divisão de acesso Brasil Tour, de quatorze vagas na divisão principal.

Buscando o segundo título regional, Edvan ao vencer a recente etapa de Fortaleza entrou no grupo que está se classificando à elite na soma de três de quatro pontuações da Brasil Tour com os dois melhores regionais.

Desta forma passou a ser o também cearense e novo vice líder Thiago de Sousa, quem está garantindo provisoriamente a primeira das três vagas ofertadas ao SuperSurf pelo ANS Tour, circuito da Associação Nordestina de Surf cuja nona e última etapa será também no Ceará: o "Aquax Pranchão Pro", dias 27 e 28 de Dezembro na Praia da Taíba, São Gonçalo do Amarante .



15 pontos
Vice de Edvan em 2005, o atual campeão (2007) Nordestino Messias Félix este ano se manteve na elite nacional SuperSurf sendo nela quarto colocado, mas na disputa do bicampeonato regional aparece apenas em oitavo, dando mais chances da hegemonia cearense de títulos ser mantida pelos outros candidatos ao bicampeonato: o melhor de 2006 Thiago de Sousa, que chega vice na Taíba após subir duas posições, e pelo campeão 2005 e novo líder Edvan Silva, que antes de vencer era oitavo na tabela e é quem mais chances tem de manter a hegemonia de quatro temporadas por ele mesmo iniciada em 2005, quando ressurgiu o Nordestino Profissional, de primeira edição, realizada em 1990.

Para assumir a ponta do ranking, Edvan precisou que tudo desse certo na etapa de Fortaleza, conseguindo transformar a vantagem maior do conterrâneo Thiago em seu favor, ao vencer a disputa em que o atual vice foi apenas quarto colocado.

É uma vantagem sem folga, pois a partir da segunda fase em que, por serem pré-classificados, devem estrear, o descarte maior de 450 pontos do líder beneficia o vice que trocando apenas 300 pontos diminui a distância entre eles para apenas quinze pontos, quase um empate técnico pela disputa maior do circuito, o título 2008, o qual também buscam os abaixo Halley Batista, pernambucano terceiro e ex-líder, outro cearense Michel Roque, quarto, e o baiano Rudá Carvalho, atual quinto colocado e único de duas vitórias no ano, pórem valendo apenas dois terços cada uma dos 1500 pontos ao campeão do "Aquax Pranchão Pro".

Rudá, a exemplo do cearense Roque, vai atualmente se garantindo pela Brasileira de Acesso, o que pode colocar outro jovem baiano, Franklin Serpa, no SuperSurf. Sexto no ranking, Franklin seria hoje dono da terceira vaga nordestina ao SuperSurf atrás de Thiago e de Halley Batista, que já tendo mais de seis mil pontos são as maiores ameaças ao bicampeonato de Edvan Silva.

Top 16 do Nordeste
Estreando apenas na segunda fase dos eventos, o grupo dos dezesseis melhores do ano anterior, os chamados "Top 16", são em geral de onde vem a sair o campeão da temporada e, embora seja possível esse tabu ser quebrado, este ano o campeão sairá de um "Top 16",o que só anima os fora do seleto grupo a buscar nele ingressar após a decisão nas ondas da Taíba.

Quando se trata de grupo seleto de "points" para o surfe, a Praia da Taíba também aparece bem ranqueada, e nela esse período é o mais propício em chances de contar com ondas que combinem boa formação e tamanho, o que se encontra no trecho denominado " Morro do Chapéu, onde o decisivo "Aquax Pranchão Pro" de 1500 pontos ao campeão e vinte mil reais de premiação terá seu palco.

"O Morro do Chapéu fica na paradisíaca Praia da Taíba, no município de São Gonçalo do Amarante. Protegida por mar, sol e dunas, a aconchegante e pequena aldeia de pescadores resistiu ao tempo e é hoje um dos principais destinos turísticos do Ceará. O simples fato de ser realizado em um lugar como o Morro do Chapéu na Taíba, já faz do "Aquax Pranchão Pro" um evento ímpar ", afirma Graziane Carneiro do staff da Aquax, prometendo um evento com ainda mais atrações para coroar o encerramento da rica temporada nordestina: "Além da tradicional infra-estrutura, o "Aquax Pranchão Pro" buscará ser um verdadeiro salto em inovação, criatividade, e organização", afirma ela.

Graziane também ressalta o crescimento do surf enquanto esporte no litoral do estado: " A exemplo do que acontece na capital Fortaleza, o Ceará, em todo seus 578 quilômetros de praia e clima ameno, oferece condições ideais para a prática do esporte. Diariamente milhares de praticantes e simpatizantes buscam o prazer de surfar em praias como a da Taíba" , ela finaliza lembrando o importante papel econômico dos produtos e serviços ligados ao surf para o estado: "Não é à toa que a indústria do surf cearense é destaque em todo o território nacional".

E quando se trata de números no circuito de elite do surf, o Ceará rivaliza em números com Rio de Janeiro e São Paulo, os dois maiores estados da região sudeste e únicos com maior contingente com o Ceará, não a toa já denominado "celeiro de talentos" muitos deles com patrocínio de empresas como Aquax, que entre outros tem em sua equipe Adilton Mariano, de viagem marcada as Ilhas Mentawaii, Indonésia, após ser o campeão das Seletivas Petrobras, na qual sucedeu ao também cearense Méssias Félix, ambos reclassificados pelo SuperSurf e integrantes dos "Top 16" do surf profissional regional.

Brasil Tour
Uma situação curiosa é a do baiano Bruno Galini, integrante do SuperSurf há duas temporadas através do Regional. Galini nem pretendia priorizar seu circuito de origem, como declarou ao vencer à segunda etapa em Salvador,Bahia, e garantir os mesmos 1500 pontos regionais e 500 nacionais em disputa no "Aquax Pranchão Pro".

Sem aparecer mantido no SuperSurf por quaisquer das listas atuais,Galini é efetivamente o primeiro suplente por dois rankings antes do decisivo "Aquax Pranchão Pro", tanto no"ANS Tour" quanto no Brasil Tour, mas neste o ingresso do paulista Hizunomê Betero nas provas finais em Santa Catarina e Ceará, é a mais privilegiada entre os hoje "sem vagas", pois o mesmo ainda possui um resultado zero a descartar no máximo até o evento na paradísiaca Taíba.

 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS