Outras Notícias

Veja os Comentários


07/12/2008-07:48:19
Nordestino MASTER
 

Texto: Chico Padilha
Foto: Rodrigo Mesquita

Pena Surf Nordeste Master e Longboard

O que mais caracteriza a modernidade no surf são os aerials, e foi executando um deles que o "máster voador" Joca Júnior, do Rio Grande do Norte, conseguiu tomar do baiano Marcelo Alves o título profissional máster do "Pena Surf Master e Longboard Pro" encerrado neste domingo em Baia de Maracaípe, Ipojuca, Pernambuco, onde a temporada 2009 regional acima de trinta e cinco anos teve largada antecipada tendo também disputas entre pranchões com mais de nove pés (cerca de três metros), o chamado longboard, cuja disputa profissional foi de vitória local com Halley Batista ao superar o paraibano Johnson Jacques, o que valeu 2000 pontos exclusivos para o melhor nas duas profissionais, ambas distribuindo cinco mil reais.

A primeira de nove decisões, a máster profissional, começou e terminou sem superar os então recordes 15,50 pontos obtidos nas semifinais por Otávio Lima, da Paraíba, terceiro na final em que Pernambuco foi representada por Maurício Bandeira, ambos não acompanhando ao ritmo forte com o qual o vice Marcelo Alves, de Ilhéus, iniciou a disputa só perdida nos minutos finais em que vindo de Natal o único campeão brasileiro Máster (2005) Joca Júnior decolou para a vitória e primeira liderança.

No Longboard profissional, Johnson Jacques chegou favorito pelos inúmeros bons resultados na praia anfitriã da qual agora foi vice do último surfista a liderar as estatísticas de médias, Halley Batista, ipojucano autor de incríveis e decisivos 16,40 pontos, 8,75 deles na última onda surfada por ele, que superou também na última bateria ao conterrâneo Reginaldo Nascimento, terceiro, e Júnior Manteiga, quarto da disputadíssima longboard profissional na qual Paraíba contou também com o vice Johnson Jacques.

Na Júnior do Longboard coube ao campeão brasileiro Sub-18 Rafael Cavalcanti encerrar o ano com nova vitória coadjuvada por outro pernambucano, o quarto Samuel Oliveira, e uma nova dupla paraibana formada pelo mais novo finalista, o mirim Alessandro Mendes, vice, e Johan Filho, terceiro.

A legends foi vencida pelo mais experiente longboarder da família Balalai, o baiano Ewandro, que assim deixou para Nilton Santos o mesmo vice que o filho deste levou na júnior, enquanto o também paraibano Johan Early repetia ao terceiro lugar do filho de mesmo nome, e Linho Neto voltava para João Pessoa levando o quarto lugar na final.

Na Longboard adultos Leo Macedo mostrou porque é o melhor potiguar nas disputas em casa, e levou com pontuação de dois dígitos, sendo vice o paraibano Júnior Manteiga, enquanto os baianos Vinícius Cardoso e Anderson Alves, ficaram na parte mais baixa do pódio.

Johnson Jacques confirmou o favoritismo entre Longboarders Master, eles entrarão 2009 com mínimos trinta e cinco anos e já sabendo que o paraibano é seu líder, o cearense Marcelo Bibita, o vice, Sidney Brito, melhor de Sergipe em terceiro, e o baiano José Ebert, campeão brasileiro máster, o quarto.

Nas pranchas menores, o duelo entre Veteranos Máster envolveu cearenses e os melhores baianos, representados pelo primeiro Elivaldo Silva e por seu vice Wlademir Lobo, enquanto os cearenses Lucivaldo Costa, o "Picolé", e Odalto Castro, foram terceiro e quarto.

Na Grand Master foi Marco Aurélio quem comandou a decisão e a dobradinha cearense com Picolé, agora vice entre os da categoria de mínimos quarenta que contou também com o veterano e campeão baiano Auro Pizani, terceiro ao deixar o paraibano Brayner Brito na quarta posição na etapa e no primeiro ranking Grand Master do Nordestino Máster e Longboard Profissional.

A novidade Stand Up Padle, de abreviatura "SUP", foi duelo envolvendo o criador das pranchas usadas, o potiguar Ronaldo Barreto, e Eduardo Fernandes, que garantiu um inédito troféu de campeão em "SUP" para si e para Pernambuco, estado de muitos campeões brasileiros, a exemplo do próprio Eduardo Fernandes, um "Rato" com fome de vitórias em qualquer modalidade que exija prancha, entre elas a novidade "SUP" disputada no "Pena Surf Nordeste" de abertura do inédito Nordestino de Máster e Longboard Profissional, evento no qual o passar do tempo só foi problema para quem - literalmente- o perdeu.


O Pena Surf de abertura do Nordestino Master e Longboard 2009 foi patrocínio Pena, Governo do Estado, Prefeitura de Ipojuca, Pousadas Maracaípe, dos Coqueiros e Maracabeach, Pranchas Marroquim com blocos Teccel, tendo apresentação Montilla e realização Associação Nordestina de Surf.





Resultados:

Long Legend
1 Ewandro Balalai BA
2 Nilton Santos PB
3 Johan Early PB
4 Linho Neto PB

Long Junior
1 Rafael Cavalcanti PE
2 Alessandro Mendes PB
3 Johan Filho PB
4 Samuel Oliveira PE

Longboard Adulto
1 Leo Macedo RN
2 Anderson Alves PB
3 Junior Manteiga PB
4 Vinícius Cardoso BA

Longboard Master
1 Johnson Jacques PB
2 Marcelo Bibita CE
3 Sidney Brito SE
4 José Hebert BA

Longboard Profissional (2000 pontos/ 5000 Reais)
1 Halley Batista PE
2 Johnson Jacques PB
3 Reginaldo Nascimento PE
4 Júnior Manteiga PB

Veterano Máster
1 Elivaldo Silva BA
2 Wladimir Lobo CE
3 Odalto Castro CE
4 Lúcio Costa CE

Grand Master
1 Marco Aurélio CE
2 Lúcio Costa CE
3 Auro Pizani BA
4 Brainer Brito PB

Master Profissional (2000 pontos/ 5000 Reais)
1 Joca Júnior RN
2 Marcelo Alves BA
3 Otávio Lima PB
4 Mauricio Bandeira PE

 

--> Inclua seu comentário <--


 


COMENTÁRIOS